Pagina Inicial / Atlético Paranaense / Atlético fecha temporada com goleada

Atlético fecha temporada com goleada

Sem o goleiro Weverton, já negociado com o adversário, o Atlético não tomou conhecimento do Palmeiras e aplicou 3×0 na despedida do time no Brasileirão de 2017, na Arena da Baixada. A vitória expressiva, no entanto, não foi suficiente para classificar o Furacão à Libertadores, pois o time dependia de uma vasta combinação de resultados.

O Palmeiras começou partindo pra cima. No primeiro lance, Santos teve de aparecer bem na jogada de Willian e, na sequência, Thiago Santos recebeu em profundidade e ao tentar pela linha de fundo, teve a bola colocada a escanteio por Thiago Heleno. Mas foi só isso.

O Furacão fez jus à alcunha e mandou no jogo a partir dos cinco minutos, quando em um contra-ataque, o Atlético fez bela jogada de velocidade com Lucas Fernandes, que lançou Ribamar, muito questionado pela torcida ao longo do campeonato. Oportunista, o atacante chutou consciente, sem chances para Fernando Prass. Na sequência, Lucas Fernandes comandou outro contra-ataque veloz, mas na tentativa de cruzamento para Ribamar, Luan conseguiu interceptar.

Com jogadas velozes, especialmente saindo dos pés de Lucas Fernandes, o Atlético dava pouco espaço ao vice-campeão do Brasileirão. Aos 10, Fabrício cobrou escanteio fechado e forçou Prass a tirar de soco.

Na sequência, Ribamar partiu em velocidade, mais uma vez, e o zagueiro Luan chegou por trás. O atacante caiu na área e o árbitro apontou a penalidade. Depois de muito protesto dos palmeirense no lance polêmico, Ederson cobrou forte, no centro do gol, aos 17 minutos, sem chances para o goleiro palmeirense. O beque palmeirense ainda levou o cartão amarelo.

Em umas das poucas chances agudas dos paulistas, Santos apareceu bem, mostrando que com a negociação de Weverton com o Palmeiras, ele vai brigar muito com Léo pela posição. Aos 29, Dudu foi lançado na área e ficou cara a cara com o goleiro, que conseguiu fechar o ângulo e evitar que o Palmeiras diminuísse.

A resposta veio aos 34, quando Ederson avançou pela direita e cruzou rasteiro e Sidcley aproveitou para bater de primeira, ampliando para 3×0. Cinco minutos depois, Fabrício quase aumentou na cobranças de falta, mas Fernando Prass estava bem posicionado.

O Atlético voltou com a mesma volúpia para a etapa complementar e depois de escanteio cobrado por Fabrício, logo aos dois minutos, Wanderson chutou rasteiro para boa defesa de Fernando Prass. Na sequência, foi Ribamar que quase aumentou, mas Luan conseguiu interceptar a bola.

Confira a classificação final do Campeonato Brasileiro!

Folgado no placar, o Atlético passou a permitir algumas investidas do Palmeiras, dando trabalho a Santos. E sem gols para comemorar, os torcedores atleticanos pareciam mais preocupados em secar o Coritiba do que com a partida em si, já que a combinação de resultados não daria ao Rubro-Negro a vaga na Libertadores. Os atleticanos foram à loucura quando o Sport, concorrente direto do Coxa no rebaixamento, fez 1×0 contra o Corinthians, o que estava dando a permanência aos recifenses.

O Atlético ainda teve uma chance incrível na tentativa de escanteio, mas Fernando Prass interceptou a tentativa de Douglas Coutinho, mas o placar já estava decretado.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
2º Turno – 38ª Rodada

ATLÉTICO 3×0 PALMEIRAS

Atlético
Santos; Jonathan (Cascardo), Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Matheus Rossetto, Sidcley, Lucas Fernandes; Ribamar (Douglas Coutinho) e Ederson (Bruno Guimarães).
Técnico: Fabiano Soares

Palmeiras
Fernando Prass; Fabiano (Deyverson), Mina, Luan e Michel Bastos; Thiago Santos, Tchê Tchê, Moisés (Guerra), Dudu e Keno; Willian (Hyoran).
Técnico: Alberto Valentim

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fábio Pereira (TO)
Gols: Ribamar 5, Ederson 17 e Sidcley 34 do 1º
Cartões amarelos: Santos, Sidcley, Pavez (CAP); Luan, Dudu, Thiago Santos (PAL)
Renda e público: não divulgados

Sobre admin

Check Also

Atlético-PR de olho em artilheiro da Série B

O atacante Bergson, do Paysandu, que foi artilheiro da Série B 2017 com 16 gols …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *