Pagina Inicial / Geral / Confira alguns jogadores que estão livres no mercado e podem reforçar o Trio de Ferro

Confira alguns jogadores que estão livres no mercado e podem reforçar o Trio de Ferro

2017 está acabando e até aqui o Trio de Ferro apresentou poucas novidades para 2018. Até o momento, o Atlético confirmou apenas o atacante Bergson, ex-Paysandu, e o Coritiba anunciou o lateral César Benítez, que já passou pelo clube em 2016, e o volante Wellington Simião, que estava no Paysandu. Já o Paraná Clube, oficialmente não apresentou nenhum reforço. Mas não quer dizer que os times não estão de olho no mercado.

A tendência é que nesta semana, quando os clubes retornam aos treinamentos para iniciar a pré-temporada, as novidades sejam confirmadas. No entanto, aproveitando esta onda de ano-novo, a Tribuna do Paraná resolveu dar uma pequena ajuda às nossas equipes e resolveu indicar alguns nomes que estão livres no mercado:

Goleiro:

Diego Cavalieri – Dispensado pelo Fluminense na semana passada, o goleiro já tem 35 anos e um currículo importante, com títulos e passagens por Palmeiras, Liverpool, da Inglatera, e Cesena, da Itália. Em 2017, perdeu espaço, mas quando jogou mostrou que ainda tem qualidade.

Lateral:

Wellington Silva – Outro que fez parte da barca do Fluminense. Em 2017, esteve emprestado ao Bahia e antes já havia jogado por Internacional e Flamengo.Um lateral-direito de velocidade e que pode ser útil para uma posição que anda tão carente no futebol brasileiro.

Volantes:

Cristian – Experiente, o volante de 34 anos estava no Corinthians e na reta final da temporada foi para o Grêmio. No total, disputou apenas cinco jogos em 2017.

Leandro Donizete – Velho conhecido da torcida paranaense – defendeu o Coritiba entre 2008 e 2011 -, o volante de 35 anos não teve uma boa passagem pelo Santos. Entrou em campo apenas 22 vezes e não repetiu as atuações que teve nos tempos de Atlético-MG.

Pierre – Mais um que tem história no futebol paranaense – com passagens pelo Paraná Clube entre 2003 e 2006 -, mas que teve um 2017 negativo. POr conta de lesões, sendo uma delas no tornozelo, entrou em campo apenas oito vezes neste ano. Ainda assim, jogou na reta final e teve boas participações.

Meias:

Marquinho – Aos 31 anos, o jogador já passou pelo futebol italiano e da Arábia Saudita. Foi pouco aproveitado no Fluminense, mas ainda é um atleta que vale ficar de olho.

Renato Cajá – Aos 33 anos, o meia já foi o objeto de desejo de grandes clubes brasileiros. Nesta nova volta à Ponte Preta, não foi bem e acabou rebaixado, mas ainda é um dos famosos ‘camisa 10’, que estão cada vez mais sumidos por aí.

Atacantes:

André Lima – Por onde passou, André Lima mostrou faro de artilheiro. Em 2017, marcou 15 gols em 44 jogos pelo Vitória, sendo o artilheiro do Campeonato Baiano. Terminou o ano na reserva e não renovou com o rubro-negro baiano.

Artur – Um dos grandes destaques do Londrina na Série B, o jovem atacante de 19 anos mostrou habilidade e categoria. Tem contrato com o Palmeiras, mas ainda não sabe se será utilizado pelo técnico Roger Machado. Caso contrário, deve estar à disposição para ser emprestado novamente.

Emerson Sheik – Aos 39 anos, Sheik é um dos jogadores mais velhos do mercado. O que não quer dizer que não valha a pena apostar no medalhão. Em 25 jogos pela Ponte Preta nesta temporada, marcou cinco gols.

Léo Gamalho – O atacante de 31 anos é um artilheiro nato. Foi assim por todos os clubes que defendeu. Em 2017, atuou pelo Goiás e pela Ponte Preta. Alto, é uma boa opção na bola aérea.

Nilmar – A fase de Nilmar não é das melhores. Aos 33 anos, o jogador entrou em campo em apenas dois jogos pelo Santos nesta temporada, que foi atrapalhada por conta de uma depressão enfrentada.

Robinho – É o principal nome desta lista. Aos 33 anos, Robinho não renovou com o Atlético-MG e está livre no mercado. Demorou para engrenar em 2017, mas na reta final voltou a marcar gols e a ser decisivo. O que pesa contra é o alto salário.

Rodrigão – Rodrigão surgiu em 2016 na Campinense como um grande artilheiro – foi o goleador do Brasil naquela temporada. Chegou ao Santos e pouco foi aproveitando, sendo emprestado ao Bahia, onde marcou cinco gols em 14 jogos. Só que acabou dispensado após ter um vídeo vazado onde estava bebendo cerveja às vésperas do clássico com o Vitória.

Thiago Ribeiro – Aos 31 anos, Thiago Ribeiro quer fazer de 2018 o ano da volta por cima, após se recuperar de uma depressão. Já mostrou em outras temporadas que tem qualidade e pode ser útil.

Sobre admin

Check Also

#Atletiba: Atlético e Coritiba apostam na piazada pra ser campeão paranaense

O Atletiba 340 da história vai definir o campeão paranaense de 2018. Neste domingo, às …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *