Pagina Inicial / Coritiba / Coritiba tem que se preocupar com Brasil, diz Julio Rusch

Coritiba tem que se preocupar com Brasil, diz Julio Rusch

Um dos principais jogadores do Coritiba na atual temporada e revelado nas categorias de base do clube, o volante Julio Rusch conhece bem o Brasil de Pelotas, adversário desta terça-feira (8), às 21h30, no Couto Pereira. Natural de Candelária, no interior do Rio Grande do Sul, o camisa 8 alviverde é conhecedor do estilo do futebol gaúcho e sabe que o Coxa terá um duelo difícil pela frente para tentar entrar pela primeira vez no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

“Depois do último jogo eu conversei com o Pereira (gerente de futebol e ex-jogador), ele jogou muito lá no Rio Grande do Sul. Eu sou gaúcho também, conheço bem como são os times de lá. São bem competitivos e fortes fisicamente. Vamos lutar do início ao fim para conquistar os três pontos”, apontou o volante.

Para o camisa 8, o Coritiba tem que atuar como o técnico Eduardo Baptista pede – ter posse de bola, jogar de forma agressiva e compacta. Assim, ele cravou que, diante do Brasil de Pelotas, o Verdão precisa assumir o favoritismo que tem na Série B e fazer do Couto Pereira seu aliado para conquistar os três pontos.

“A melhor maneira de atuar é como o professor pede, com compactação, ter posse de bola e assumir o favoritismo de time grande na Série B. Assumir que é o time a ser batido na Série B. Não tenho dúvidas que a torcida vai nos apoiar e, no Couto, na nossa casa, será um lugar difícil de ser batido”, acrescentou o volante.

Ainda segundo Julio Rusch, chegou a hora de o Coritiba conseguir vencer e convencer, sobretudo diante do torcedor. Apesar de ter vencido os dois jogos que fez em casa nesta Série B, o camisa 8 espera que o Verdão possa conseguir a vitória acompanhada de uma grande apresentação.“Amanhã (terça) é dia de a gente fazer diferente. Não que diante do Criciúma a gente não fez, mas faltou um pouco e a gente conseguiu os três pontos. Isso é o mais importante. Tenho certeza que a torcida vai vir apoiar a gente do início ao fim”, concluiu Julio Rusch.

Sobre admin

Check Also

Ex-funcionário do Coritiba terá que pagar R$ 40 mil por vazar conversa do WhatsApp

O ex-funcionário do Coritiba, Bruno Kafka, foi condenado pela Justiça do Paraná a pagar R$ …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *