Pagina Inicial / Coritiba / Coritiba fracassa de novo fora de casa e pode sair do G4 da Segundona

Coritiba fracassa de novo fora de casa e pode sair do G4 da Segundona

O Coritiba não é um time que inspira confiança. Jogando fora de casa, continua sendo uma equipe inofensiva, que não ameaça o adversário e que sempre corre o risco de perder. Como perdeu nesta sexta-feira (8) para o Avaí, por 2×0, na Ressacada, em Florianópolis. Sem vencer longe do Couto Pereira, o Coxa caiu para a quarta posição no Campeonato Brasileiro da Série B, e corre o risco de sair do G4 ao final desta 10ª rodada.

O objetivo claro do Coritiba era de aproveitar as falhas do Avaí – e isso foi dito inclusive por Eduardo Baptista antes do jogo. Para isso, a armação do time com Yan Sasse, Iago e Chiquinho. O melhor jogador nos últimos jogos, Alisson Farias, estava no banco, após reclamar de dores musculares e ser preservado nos treinos que antecederam a partida. Ao mesmo tempo, era preciso impedir que os donos da casa pressionassem.

E realmente o Coxa conseguiu quebrar o ritmo do jogo. Dava a posse de bola para os catarinenses, mas marcava bem. E Wilson só era acionado em cruzamentos, sem maior perigo. Nesse banho-maria, o jogo foi andando no primeiro tempo. Chance real, e mesmo assim com certa boa vontade, apenas a do ex-paranista Aírton, aos 26 minutos, ao cabecear para fora o escanteio cobrado por Renato.

O que faltava ao Coritiba era ter mais agressividade ofensiva. Dando a bola para o Avaí, tinha o adversário em seu campo durante boa parte do jogo. Assim, mais uma vez o ataque alviverde era nulo – e Alecsandro, para variar, não era acionado. O primeiro arremate a gol veio só aos 42 minutos, com Iago obrigando Aranha a espalmar.

A etapa final seguiu na mesma toada. Poucas chances, muitos erros e o ritmo lento que interessava mais ao Coxa, só que isso não representava chegar perto do gol. Tecnicamente era um jogo fraco. E para tentar dar força à equipe, Eduardo Baptista apostou na entrada de Alisson Farias no lugar de Iago, que ainda demonstrou falta de ritmo de jogo.

Mas o Avaí marcou logo depois da alteração. Aos 18 minutos, Judson lançou Capa nas costas de Chiquinho, e o lateral tirou do alcance de Wilson. A vantagem estava com o time que mais tinha arriscado. Aí entrou o garoto Nathan no lugar de Vinicius Kiss. E logo depois Pablo na vaga de Chiquinho. Só que depois de sofrer o gol o Coritiba criou apenas uma chance – uma bela jogada de Alisson que Nathan finalizou em cima de Aranha. E para piorar, aos 42 minutos o Avaí teve um pênalti inexistente marcado a seu favor. Marquinhos, aquele, cobrou e definiu o jogo. Sem poder ofensivo, o Coxa novamente decepcionou.

Ficha técnica

SÉRIE B
1º Turno – 10ª Rodada

Avaí 2×0 Coritiba

Avaí
Aranha; Betão, Aírton e Alemão; Lourenço (Carlos Alberto), Matheus Barbosa, Judson, Renato e Capa (João Paulo); Rômulo e Rodrigão (Marquinhos).
Técnico: Geninho

Coritiba
Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven, Alex Alves e Willian Matheus; Vitor Carvalho, Vinicius Kiss (Nathan) e Yan Sasse; Iago Dias (Alisson Farias), Chiquinho (Pablo) e Alecsandro.
Técnico: Eduardo Baptista

Local: Ressacada (Florianópolis-SC)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Wendel de Paiva Gouvea (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)
Gols: Capa 18 e Marquinhos 43 do 2º
Cartões amarelos: Judson (AVA); Vinícius Kiss, Iago, Alex Alves (CFC)
Renda: não divulgada
Público total: 4.256

Sobre admin

Check Also

João Paulo deixa o Coritiba para assinar com o Londrina

O volante João Paulo não faz mais parte do elenco do Coritiba. O jogador assinou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *