Pagina Inicial / Coritiba / Coritiba tem sérios problemas com as bolas paradas

Coritiba tem sérios problemas com as bolas paradas

Na gangorra que vive na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba voltou a ter uma atuação ruim, errou demais, especialmente na defesa e perdeu para o Guarani por 2×1, na noite de segunda-feira (9), em Campinas. Perdeu também sua vaga no G4 e que coloca ainda mais pressão sobre o time para a sequência da competição. Os jogadores alviverdes deixaram o gramado na bronca pelos erros defensivos, especialmente nas bolas paradas, algo que vem sendo um problema recorrente fora de casa.

Nos empates contra Juventude e CSA, o Coxa vencia as partidas, mas acabou sofrendo gols justamente nesse tipo de jogada. Aconteceu de novo diante do Bugre e no início dos dois tempos gerando uma instabilidade no time comandado pelo técnico Eduardo Baptista.

“Eu bati na tecla ali que não pode tomar gol onde a gente treina. Tomar gol de bola parada desequilibra qualquer time. Não pode tomar gol em uma jogada que se treina a semana toda. Tem que ter mais atenção e concentração para não tomar mais esses gols”, apontou o volante Uillian Correia.

O jogador lamentou especialmente o segundo gol sofrido. Isto porque o Coritiba, depois de levar um gol de falta, no início da partida, conseguiu o empate no final do primeiro tempo, mas acabou tomando o segundo logo aos dois minutos da etapa final.

“A gente sai atrás, consegue o empate, equilibra a partida. No intervalo falamos que a gente iria ganhar o jogo, mas tomamos um gol de bola parada, onde a gente treina a semana toda. O Eduardo (Baptista) bate na tecla nisso, fica 40 minutos treinando essa bola parada. Não podemos tomar gol em lances assim que a gente treina”, afirmou o camisa 6.

O lateral-esquerdo William Matheus também criticou a postura defensiva na bola parada do Guarani e que acabou causando a derrota em Campinas. “É difícil falar. Nosso time tentou, lutou até o final, mas infelizmente não conseguimos vencer. A gente sabia que a bola parada do Guarani era forte, mas não conseguimos anular”, pontuou o jogador.

O atacante Pablo, que entrou no segundo tempo e atuou na lateral-direita, minimizou o revés sofrido em Campinas e prega tranquilidade para a sequência da Série B. Serão dez dias de preparação até o próximo compromisso, diante do São Bento, dia 21, no Couto Pereira.

“O resultado não foi o que esperávamos. A gente tinha que ganhar, mas tomamos dois gols no começo dos dois tempos. É ter tranquilidade, cabeça no lugar e trabalhar durante a semana para voltar a vencer contra o São Bento. Temos bastante tempo para consertar os erros. Vamos trabalhar para corrigir esses pontos nas bolas paradas para voltar a vencer”, concluiu Pablo.

Sobre admin

Check Also

Torcedores vão ao CT do Coritiba cobrar a diretoria

Os maus resultados fora de casa, a saída do G4 da Série B e a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *