Pagina Inicial / Coritiba / Eduardo Baptista admite má atuação do Coritiba e quer outra postura fora

Eduardo Baptista admite má atuação do Coritiba e quer outra postura fora

Jogar fora de casa tem sido o grande obstáculo do Coritiba na luta pelo acesso na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite de segunda-feira (9), diante do Guarani, em Campinas, o time coxa-branca voltou a jogar mal, perdeu por 2×1 e deixou novamente o G4 da competição. O técnico Eduardo Baptista lamentou mais um revés como visitante e ressaltou a necessidade de começar a pontuar nas partidas longe de Curitiba.

“Não fizemos uma atuação igual ao do jogo em casa. Nós precisamos corrigir isso, o Coritiba é um time de peso e precisa tomar as rédeas. Bom que temos um retrospecto forte em casa e nos deixa perto do G4. Para atingirmos os nossos objetivos, precisamos vencer fora de casa”, apontou o treinador.

Contra o Guarani, o Coritiba, apesar de saber da necessidade de vencer, já que se tratava de um confronto direto, foi irregular outra vez. Foi praticamente inofensivo durante os 90 minutos e voltou a tomar gols de bolas paradas. O comandante alviverde admitiu a fraca atuação e elogiou a postura do adversário

“É a tônica da Série B. Nós trabalhamos bastante a bola parada, mas levamos o gol. A estratégia se estragou um pouquinho nos dois gols no início dos dois tempos. Mexemos, tentamos jogar o time para frente, mas não fizemos um bom segundo tempo. O Guarani foi melhor, se defendeu, se fechou, baixou suas linhas, e tivemos dificuldades para penetrar”, concluiu o treinador.

Com o revés sofrido em Campinas, o Coxa caiu da quarta para a quinta posição e deixou de novo o G4 da Série B. O Verdão pode cair ainda mais na classificação no complemento da rodada. Avaí, Atlético-GO e Ponte Preta, caso vençam seus confrontos contra Londrina, Fortaleza e São Bento, respectivamente, podem ultrapassar a equipe na tabela.

Sobre admin

Check Also

Em noite de protestos, Coritiba vence o Goiás e ajuda o Londrina

Foi uma noite bem diferente do normal no Couto Pereira. Reclamações, protestos, cartazes, faixas, silêncio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *