Pagina Inicial / Atlético Paranaense / Atlético dá show, vence e se classifica na Sul-Americana

Atlético dá show, vence e se classifica na Sul-Americana

O Atlético bateu com tranquilidade o Peñarol, em Montevidéu, por 4×1 e confirmou a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. Nesta terça-feira (07), no estádio Campeón del Siglo, no Uruguai, o Rubro-Negro venceu sem sustos. Os gols do zagueiro Léo Pereira, aos 6 minutos do primeiro tempo, de Marcinho, aos 6 do segundo, e de Nikão, aos 22, deixou o cenário da partida favorável para o Furacão, que já estava na vantagem por ter vencido o jogo de ida por 2×0. Com o resultado agregado de 6×1, o time paranaense avança de fase na competição continental.

O jogo começou com muita pressão nos instantes iniciais. O Rubro-Negro sabia que enfrentaria um confronto difícil na casa do adversário e com direito a típica “pegada” de uma equipe latina. E a partida mal começou e o Atlético já levou um susto. Aos dois minutos, Estoyanoff chutou forte de fora da área e Santos, no susto, espalmou. No rebote, Zé Ivaldo teve que afastar pela linha de fundo para evitar que Cristian Rodríguez conseguisse chegar no lance.

Mas o que parecia ser um jogo de muita tensão mudou de cenário pouco depois. Raphael Veiga cobrou falta quase da intermediária e mandou na área. A defesa uruguaia deixou a bola sobrar nos pés de Léo Pereira, que, de lado, mandou para o fundo das redes, marcando para o Atlético.

Ainda que naquela altura da disputa a vantagem no agregado estivesse em 3×0 para o Furacão, o time do técnico Tiago Nunes não deixou de ir pra cima e criou algumas oportunidades. Por outro lado, os donos da casa não queriam desistir de lutar para reverter o panorama, mas paravam na zaga bem posicionada formada por Léo Pereira e Zé Ivaldo ou eram impedidos de marcar pelas belas defesas do goleiro Santos.

Na volta para o segundo tempo, o Rubro-Negro mostrou que não ia deixar de jogar pra cima, mesmo com ampla vantagem. Aos 4 minutos, Pablo arrancou pela esquerda em contra-ataque e tentou tocar na saída do goleiro Dawson, mas o arqueiro uruguaio conseguiu esticar a perna e tirar. Aos seis, Pablo troca passes com Marcinho e deixa o companheiro bem posicionado. Marcinho invade a área e manda entre as pernas de Dawson e amplia. 2×0 Furacão.

E quando dominava o jogo com tranquilidade, Marcinho, aos 16, perdeu uma bola no meio de campo e permitiu um contra-ataque dos uruguaios. A bola chega para o craque do time, Cristian “Cebolla” Rodrígues, que manda uma bomba e desconta para os donos da casa.

Mas antes que o Peñarol pudesse se empolgar, o Atlético voltou a mandar no jogo. Aos 22, uma nova assistência de Pablo, desta vez para Nikão, que tinha entrado fazia poucos minutos. O atacante fez o terceiro do Rubro-Negro do jogo. E no finalzinho, Bruno Guimarães fechou o placar e coroou sua boa atuação.

Na próxima fase o Furacão encara o Caracas, da Venezuela. A data dos duelos de ida e volta serão definidas em sorteio, que acontecerá na próxima semana.

Ficha técnica

SUL-AMERICANA
2ª Fase – Jogo de volta

PEÑAROL 1×4 ATLÉTICO

Peñarol
Dawson; González (Martínez), Formiliano, Carlos Rodríguez e Hernández; Guzmán Pereira, Gonzalo Freitas, Estoyanoff e Rojo (Lores), Cristian Rodríguez e Viatri (Nuñez).
Técnico: Diego López

Atlético
Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González e Raphael Veiga (Guilherme); Marcelo Cirino (Nikão), Marcinho e Pablo (Bergson).
Técnico: Tiago Nunes

Local: Campeón del Siglo (Montevidéu-URU)
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Assistentes: Julio Fernandez (ARG) e Lucas Germanotta (ARG)
Gols: Léo Pereira 6 do 1º; Marcinho 6, Cristian Rodríguez 17, Nikão 22 e Bruno Guimarães 46 do 2º
Cartões amarelos: Pablo (CAP)

Sobre admin

Check Also

Surpresa na escalação, Bergson vira o nome do Atlético em goleada

Em mais uma goleada aplicada dentro da Arena da Baixada, o Atlético bateu o Sport …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *