Pagina Inicial / Atlético Paranaense / Athletico segue apostando em gringos

Athletico segue apostando em gringos

O Athletico terá ao menos três argentinos para a temporada 2019, além de um colombiano. O limite são de cinco por elenco. Além de Lucho González, o Furacão já acertou as vindas de Marco Ruben e Tomás Andrade, ambos por empréstimos. Os dois, entretanto, ainda não foram confirmados oficialmente. Anderson Plata, com apenas três jogos, terá nova chance. Referência dentro e fora de campo, Lucho está no clube desde setembro 2016 e renovou em dezembro do ano passado, com a extensão do vínculo até o final de 2019. Ele foi o capitão na conquista da Copa Sul-Americana da temporada anterior. Mesmo com 37 anos, o jogador é considerado essencial para orientar os jovens atletas, dar retorno técnico e ainda ajudar em reforços estrangeiros. Ruben, 32 anos, por exemplo, conversou com o capitão sobre o clube brasileiro antes de aceitar a transferência para o Furacão. O centroavante, que chega para a vaga de Pablo, vendido ao São Paulo, renovou com o Rosario Central, da Argentina, até o final de junho de 2020 e chega por empréstimo até o final deste ano, a custo de 200 mil dólares, mais impostos. A opção de compra está avaliada em US$ 1,8 milhão. O outro gringo do elenco será Tomás Andrade, 22 anos, que é vinculado ao River Plate e estava no Atlético-MG no ano passado. Ele vem para substituir Raphael Veiga como armador central, mas também pode atuar como extremo aberto pela direita. O meio-campista também vem por empréstimo até o fim da temporada, mas sem custo – somente o salário. Já no elenco desde agosto de 2018, o colombiano Anderson Plata realizou somente três partidas no ano anterior, pois se machucou e ficou fora de combate. Ele deve ser aproveitado no Estadual, com o time de aspirantes, para ganhar ritmo. O atacante, de 27 anos, tem contrato de empréstimo, cedido pelo Santa Fé, até o final do ano.

Nesta semana, a imprensa argentina ainda informou que o clube tem interesse em Brian Romero, 27 anos, atacante do Independiente. Bahia e Chapecoense seriam os outros clubes interessados. A cúpula rubro-negra não comenta negociações.

Sul-americanos

A aposta por jogadores do mercado sul-americano não é uma novidade no Athletico, a começar com o peruano Lobatón, em 2003. Nestes 16 anos, o clube paranaense só não teve um jogador da América do Sul em 2004.
Dentro de sua história, o clube teve algumas apostas de sucesso, como os meio-campistas Matosas e Ferreira e até o atacante Guerrón. O volante Valencia é outro que deixa saudades para uma parcela da torcida. Por outro lado, a lista de insucessos é enorme, começando pelo mais famoso. Morro García, contratação mais cara de sua história no valor de R$ 6,2 milhões, por outro lado, foi um fiasco, com dois gols em 15 jogos, há oito anos. Em 2016, teve até caso de jogador preso, acusado de assassinato: Luciano Cabral. Ele segue detido na Argentina.

gringos

Sobre admin

Check Also

‘Reforços’ do Furacão comemoram chance nos aspirantes

O time de aspirantes do Athletico, que tem feito um bom início de segundo turno …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *