Pagina Inicial / Geral / Quem empolgou e quem decepcionou: veja como foram os estreantes pelo Brasil

Quem empolgou e quem decepcionou: veja como foram os estreantes pelo Brasil

Na primeira rodada dos estaduais, boa parte das atenções se voltou para o desempenho dos jogadores que estrearam em seus clubes em jogos oficiais. Com alguns times bastante reformulados, não faltaram caras novas pelo Brasil. Quem jogou bem? Quem jogou mal?

Trata-se apenas da primeiro partida, é claro, mas analisamos a atuação de 10 estreantes pelo Brasil, selecionando apenas quem foi titular.

Alegrias e tristezas no fim de semana de abertura dos estaduais — Foto: Infoesporte

Alegrias e tristezas no fim de semana de abertura dos estaduais — Foto: Infoesporte

EMPOLGARAM

Pablo – O atacante foi o melhor do São Paulo na estreia contra o Mirassol. Movimentou-se muito quando o time vinha mal, participou do jogo o tempo todo e tentou lances ousados, como lançamentos de calcanhar e um belo voleio. Na etapa final, marcou um bonito gol de cabeça e continuou abrindo espaços para seus companheiros entrarem na área.

Pablo marca seu primeiro gol com a camisa do São Paulo

Pablo marca seu primeiro gol com a camisa do São Paulo

Marlone – Depois de uma temporada apagada pelo Sport, o meia estreou em grande estilo pelo Goiás. Com a camisa 10, marcou dois bonitos gols, um deles de voleio, participou muito do jogo e comandou a vitória sobre o Goiânia por 3 a 0.

Marlone marca dois bonitos gols

Marlone marca dois bonitos gols

Igor Rabello – Maior investimento do Atlético-MG para 2019, o zagueiro teve excelente estreia. Quando o setor defensivo foi exigido diante do Boa Esporte, o jogador mostrou bem rendimento nas disputas por baixo e na bola aérea. Firme na zaga ao lado de Réver, recebeu aplausos da torcida e elogios do técnico Levir Culpi.

Rabello comemora com Réver e Elias na goleada sobre o Boa Esporte — Foto: Bruno Cantini/ Atlético-MG

Rabello comemora com Réver e Elias na goleada sobre o Boa Esporte — Foto: Bruno Cantini/ Atlético-MG

ANIMADORES

Ramiro – Atuando como volante, do lado direito do meio-campo do Corinthians, Ramiro formou com Fagner e André Luis o setor mais equilibrado do time no jogo contra o São Caetano. Dali surgiram as melhores opções de ataque da equipe, ainda que com poucas finalizações.

Ramiro toca a bola em sua estreia — Foto: Alan Morici/Agência Estado

Ramiro toca a bola em sua estreia — Foto: Alan Morici/Agência Estado

Rithely – Contratado em 2018, o volante só estreou no último domingo pelo Inter por causa da sequência de lesões. Após um início irregular, ganhou confiança na distribuição do meio-campo e quase fez gol de cabeça. Com a saída de Uendel no intervalo, voltou para o segundo tempo como capitão e liderou o Colorado para a vitória sobre o São Luiz.

Rithely agradece após a vitória colorada — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Rithely agradece após a vitória colorada — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

DISCRETOS

Rômulo – Contratado para atuar ao lado de Maicon na primeira linha de meio-campo, o volante teve estreia discreta pelo time reserva do Grêmio. Foi regular e apostou em jogadas de segurança, como passes curtos e toques de primeira, com certa lentidão. Embora tenha acusado a falta de ritmo de jogo, aguentou os 90 minutos na goleada por 4 a 0 sobre o Novo Hamburgo.

Rômulo leva o Grêmio ao ataque em sua estreia — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Rômulo leva o Grêmio ao ataque em sua estreia — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Tiago Volpi – Participou pouquíssimo da partida, mas foi peça de uma desorganização defensiva coletiva no lance que acabou gerando gol contra de Bruno Peres, a favor do Mirassol. No segundo tempo, praticamente não encostou na bola, em razão do domínio total do São Paulo.

Tiago Volpi vibra na vitória são-paulina — Foto: Jales Valquer/Agência Estado

Tiago Volpi vibra na vitória são-paulina — Foto: Jales Valquer/Agência Estado

PODEM MELHORAR

Rodrigo Caio – Os primeiros minutos oficiais do zagueiro pelo Flamengo foram preocupantes, já que ele perdeu duas disputas aéreas, uma delas no gol do Bangu. No entanto, ele cresceu de produção junto com o restante da equipe após a expulsão de Felipe Dias. Com qualidade na saída de bola, também levou perigo na frente, com três finalizações de cabeça.

Anderson Lessa ganha no alto de Rodrigo Caio e faz o gol do Bangu

Anderson Lessa ganha no alto de Rodrigo Caio e faz o gol do Bangu

Ribamar – O atacante do Vasco deixou claro seu potencial físico no jogo contra o Madureira. Forte e veloz, deu muito trabalho à defesa adversária, dentro e fora da área. Mas deixou a desejar nas finalizações, perdendo pelo menos três chances claras de gol.

Ribamar perde chance na pequena área

Ribamar perde chance na pequena área

PARA ESQUECER

Richard – A estreia oficial do volante pelo Corinthians não deixou boas lembranças. Defensivamente, ajudou com desarmes, mas falhou ao iniciar as saídas de bola, com erros de passes. Ainda cometeu o pênalti que gerou o gol do São Caetano, no primeiro tempo.

Richard derruba Capa na área. Pênalti

Richard derruba Capa na área. PênaltiMAIS DO GLOBOESPORTEBarcelona acerta a contratação de Kevin-Prince Boateng, afirma imprensa europeiaVeículos espanhois e jornalista Gianluca Di Marzio informam que o jogador de 31 anos chegará por empréstimo ao clube catalãofutebol espanholCereto vê futuro de Sampaoli longe do Santos: “Tudo indica que daqui a pouco vai pegar o boné e vai embora”Jornalista acha que treinador não terá paciência e lamenta: “Tem muito a contribuir com o futebol brasileiro”6 minredação sportvFelipão amanhece melhor após passar noite no Palmeiras, mas fará exames médicosPor cólica intestinal, técnico saiu às pressas de entrevista coletiva no domingo28 segpalmeirasVeja o que a diretoria pensa sobre o ato de indisciplina de Gonzalo Carneiro no São PauloAtacante é esperado nesta segunda-feira no CT; nos bastidores, ausência do uruguaio na concentração é visto como atitude imatura e sem justificativasão pauloRecorde, animação por reforços e bronca com Vitinho: o reencontro de Flamengo, torcida e MaracanãRubro-Negro tem seu melhor público do século em abertura de temporada; Gabigol e Arrascaeta já causam euforia sem entrar em campo, enquanto meia-atacante é alvo das únicas vaias da festa11 minflamengoViralizou: marimbondo na trave, fogo e erro do juiz provam que os estaduais estão de volta

Fonte : Globo.com

Sobre admin

Check Also

Maior driblador da Copa América, Everton bate Messi com 153 min a menos em campo pelo Brasil

Titular apenas na terceira partida do Brasil, Everton é um dos artilheiros da Copa América …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *