Pagina Inicial / Atlético Paranaense / Jogadores revelados no Furacão vêm chamando a atenção entre os aspirantes

Jogadores revelados no Furacão vêm chamando a atenção entre os aspirantes

O Athletico conseguiu arrancar um empate com o Paraná Clube no último domingo, com o gol ‘salvador’ do jovem Vitinho, de 19 anos. O placar em 1×1 manteve viva a esperança de que o Rubro-Negro siga com chances de avançar às semifinais da Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Campeonato Paranaense. O atacante, que entrou substituindo o lateral Reginaldo, não foi o único garoto acionado e que fez diferença na partida. O meia-atacante Demethryus e o atacante Bruno Rodrigues também entraram para ajeitar a casa e foram decisivos na organização do time em campo. Outro novato que vem de bom desempenho é o meia Bruno Leite, que entrou no lugar de Marquinho no Atletiba.

Brilhando justamente em partidas decisivas – diante do Coritiba e do Paraná Clube – os jovens atletas devem ganhar cada vez mais espaço no time de Rafael Guanaes. Com exceção de Bruno Rodrigues, os três outros jogadores não estavam no plano inicial da equipe de aspirantes e faziam parte do grupo que disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Autor do gol atleticano, aos 37 minutos do segundo tempo, Vitinho chegou a fazer quatro jogos no elenco de aspirantes no ano passado. Neste ano, foi a primeira vez que entrou em campo com a camisa do profissional e logo em sua reestreia, balançou as redes.

“Entrei e pude fazer meu primeiro gol como profissional. A sensação é uma das melhores do mundo. Agora, tenho que continuar trabalhando forte, para ter mais chances”, disse. O meia-atacante Demethryus, ainda que não tivesse sido relacionado até aqui, era um nome esperando no grupo pelo torcedor. Destaque do time na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, ele também esteve em campo na campanha do título do Furacão do ano passado no Estadual. Foram 11 partidas no time de aspirantes em 2018. Inscrito no Paranaense há apenas alguns dias, o jogador reestreou diante do Paraná e também foi uma peça importante para dar mais movimentação ao Rubro-Negro.

Outro jogador da base que deve ter mais chances é o meia Bruno Leite. O atleta teve sua primeira oportunidade no clássico diante do Coritiba. Ainda que o Furacão tenha perdido por 2×1, o elenco conseguiu se organizar melhor na segunda etapa do jogo, quando o atleta estava em campo.

A expectativa é de que esses atletas possam despontar cada vez mais no grupo de Rafael Guanaes. Isso porque a ideia do Athletico ao manter uma equipe alternativa é de que os principais jogadores sejam aproveitados pelo técnico do grupo principal, Tiago Nunes. Esse foi o caso, na temporada passada, do zagueiro Léo Pereira, do lateral-esquerdo Renan Lodi e do meia Bruno Guimarães, titulares absolutos na campanha da conquista da Sul-Americana. Todos também vindos da base atleticana, perfil semelhante aos novos talentos que podem brilhar neste ano.

Rafael Guanaes sabe da importância de ‘lapidar’ essas promessas. “Dentro deste processo a gente vem conseguindo buscar rendimento coletivo e pessoal. O objetivo é servir a equipe principal ao longo do ano, capacitar os jogadores para que o Tiago tenha boas opções neste grupo de aspirantes. Estamos construindo e agora teremos uma semana cheia para ter tempo para fazermos novas tentativas”, finalizou.

Sobre admin

Check Also

Athletico x Boca Juniors pela Libertadores é adiado pela Conmebol

O duelo entre Athletico e Boca Juniors, pela Libertadores, que aconteceria no dia 26 de março, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *