Pagina Inicial / Coritiba / Coritiba tem briga boa na meta entre Wilson e Muralha

Coritiba tem briga boa na meta entre Wilson e Muralha

De fora da final do Campeonato Paranaense, o Coritiba terá tempo de sobra para se preparar para a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, dia 29, diante da Ponte Preta, no Couto Pereira. Neste período, o técnico Umberto Louzer tem um ‘problema bom‘ para resolver. Os goleiros Alex Muralha e Wilson estarão à disposição do comandante para o começo da segunda divisão e o treinador não cravou ainda quem será o titular da meta do Verdão no início da competição nacional. a final da Taça Dirceu Krüger do Campeonato Paranaense diante do Athletico, o goleiro Wilson ficou à disposição depois de passar por um procedimento cirúrgico na mão e viu do banco de reservas o Coritiba perder para o rival nas penalidades. Após a partida, o técnico Umberto Louzer despistou sobre a titularidade do gol para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro+“São dois bons goleiros. O Coritiba, pela sua grandeza, tem que ter atletas de qualidade para todas as funções. São dois bons jogadores e cabe a nós decidir qual atleta vai representar o time. Com certeza, a escolha que fizermos nesse setor, o clube estará bem representado”, afirmou Louzer.

O treinador acredita que o Coritiba, para conseguir o acesso, precisa repetir nos outros setores do campo essa briga sadia que foi aberta pela titularidade da meta. “Temos que elevar o nível nas outras posições também e ser um time protagonista na Série B para conseguir atingir o objetivo maior que é o acesso para a Série A”, acrescentou o treinador.+

A briga promete ser boa. Alex Muralha chegou ao Coritiba sob os olhares desconfiados do torcedor. No Verdão, o goleiro, bastante cobrado e contestado no Flamengo, procurou um recomeço na sua carreira. O desafio era gigante, já que foi contratado para substituir Wilson que, atualmente, é ídolo e referência no clube.

Alex Muralha, pelo menos nesse primeiro teste durante o segundo turno do Campeonato Paranaense, passou com louvor. Foram apenas quatro gols tomados em sete jogos. Mais do que ter uma boa média, o arqueiro fez importantes defesas e, em alguns jogos, foi ovacionado pelo torcedor. Prova de que conseguiu conquistar rapidamente a confiança da torcida do Verdão para a sequência da temporada.

Mas quem está retornando é nada menos do que um dos ídolos da história do Coritiba. Wilson, desde que chegou ao clube em 2015, apesar da fase ruim dentro de campo do Verdão, colecionou grandes atuações. Rapidamente virou o xodó da torcida e fez jus, em campo, a todo esse carinho e reconhecimento vindo das arquibancadas. Quando o Coxa caiu para a segunda divisão, em 2017, o arqueiro teve a oportunidade de sair do clube, mas decidiu ficar e caminha, inclusive, para encerrar sua carreira no Verdão.

Mas até lá tem um longo caminho pela frente e Wilson deve colecionar marcas importantes no Coritiba. Neste ano, já atingiu a marca de 200 partidas pelo clube. Em breve deve ultrapassar Edson Bastos, que fez 202 jogos pelo Verdão e, se mantiver uma sequência na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, pode passar também o goleiro Hamilton, que tem 233 e fechar o ano no top 3 dos arqueiros que mais entraram em campo pelo Coxa na história.

A decisão está agora nas mãos do técnico Umberto Louzer. Serão duas semanas para o treinador tomar a decisão final. Mas independentemente de quem for escolhido e pela fase de Wilson e Alex Muralha, o certo mesmo é que o Coritiba estará com a meta bem representada na disputa da Série B de 2019.

Sobre admin

Check Also

Coritiba se prepara pra estreia na Série B

Daqui a exatamente uma semana, o Coritiba volta a entrar em campo. Depois de 12 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *