Pagina Inicial / Atlético Paranaense / Final do Paranaense servirá pro elenco de aspirantes do Athletico definir futuro

Final do Paranaense servirá pro elenco de aspirantes do Athletico definir futuro

Mais do que buscar o bicampeonato paranaense neste domingo, às 16h, na Arena da Baixada, na partida de volta contra o Toledo, os jogadores do Athletico terão também a última chance de provar que podem integrar o grupo principal para a sequência da temporada. Apesar de ser um time formado na sua maioria por garotos, alguns jogadores mais experientes também deverão ter suas situações definidas após a disputa da finalíssima.

Um desses casos é o meia Marquinho. Vice-artilheiro do Campeonato Paranaense ao lado de Bergson com seis gols marcados, o atleta vestiu a camisa 10 do Furacão durante o Estadual e não deve ter seu contrato renovado. A decisão teve o crivo do técnico Tiago Nunes, comandante da equipe principal, que não viu espaço para o jogador seguir no clube para a sequência da temporada.+

Já o goleiro Léo, os zagueiros Paulo André e José Ivaldo, os meias Matheus Rossetto, Léo Cittadini e Matheus Anjos e o atacante Bergson podem voltar a fazer parte do time de cima. Boa parte deles estava no grupo que, no final do ano passado, conquistou o título da Copa Sul-Americana. No entanto, acabaram ‘descendo‘ para a equipe de aspirantes para ajudar o Rubro-Negro no Paranaense e também ganhar mais ritmo de jogo.

Mas o caminho está aberto também para que outros jovens valores que se destacaram durante o Paranaense também possam ser promovidos. O zagueiro Lucas Halter, o lateral-direito Khellven, o meia-atacante Vitinho e o atacante Jáderson tiveram boas atuações, especialmente a partir da Taça Dirceu Krüger, e podem fazer parte da equipe do técnico Tiago Nunes. O volante Erick, com 21 anos e que veio do Operário, também fez um bom Estadual e pode integrar o time de cima. Ele e Jáderson, inclusive, já estão inscritos na Libertadores.

Lucas Halter também se destacou no Paranaense e pode aparecer como opção no time principal. Foto: Albari Rosa

Lucas Halter também se destacou no Paranaense e pode aparecer como opção no time principal. Foto: Albari Rosa

Isso deve acontecer também pelo calendário recheado que o Athletico tem pela frente nesta temporada. Além da Libertadores, o Furacão também vai jogar o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, a Recopa Sul-Americana e a Copa Suruga, no Japão. Assim, Nunes terá que ter um grupo maior e que seja capaz de aguentar a maratona de jogos que vai se iniciar a partir da semana que vem.

Outros atletas, porém, podem ganhar um novo rumo ou até mesmo permanecer no clube para a disputa do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, que terá seu início no mês que vem. Quem não ficar na equipe, que continuará a ser comandada pelo técnico Rafael Guanaes, poderá ser emprestado.

Vitinho mostrou qualidade e que pode ser uma boa opção para Tiago Nunes. Foto: Jonathan Campos

Vitinho mostrou qualidade e que pode ser uma boa opção para Tiago Nunes. Foto: Jonathan Campos

Na semana passada, circulou a informação de que a diretoria rubro-negra abriu uma conversa para fazer uma parceria com o Paraná Clube. Assim, alguns jogadores que não interessarem Tiago Nunes poderão ser emprestados para o Tricolor que vai disputar a Série B.

Isso já aconteceu antes. Em 2017, por exemplo, o meia João Pedro e o atacante Giovanny fizeram parte do time paranista que conseguiu o acesso à primeira divisão. Desta vez, além do próprio armador, o Paraná teria interesse também no meia Matheus Anjos, que já jogou Segundona de 2018 pelo Guarani, e no volante Christian. No entanto, as definições vão começar a acontecer somente depois da final do Campeonato Paranaense.

Sobre admin

Check Also

Tiago Nunes elogia os Abners do Athletico, mas pede paciência com os garotos

Setor carente após a saída de Renan Lodi para o Atlético de Madrid, da Espanha, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *