Pagina Inicial / Atlético Paranaense / Marquinho quer se despedir do Athletico com título na bagagem

Marquinho quer se despedir do Athletico com título na bagagem

Vice-artilheiro do Campeonato Paranaense com seis gols, o meia Marquinho tem sido um destaque do time de aspirantes do Athletico . Ainda que o vínculo do atleta com o Furacão esteja acabando, o jogador garante que vai dar o seu máximo para conquistar o título Estadual, em retribuição ao que o Rubro-Negro fez a ele. Depois de uma grave lesão, o meia ficou um ano e meio sem atuar e foi no CT do Caju que teve a chance de se reabilitar e voltar aos gramados. O Rubro-Negro, comandado por Rafael Guanaes, encara o Toledo pela finalíssima da competição no próximo domingo (21), às 16h, na Arena da Baixada.

Marquinho é um jogador experiente, de 32 anos, que teve passagens por outros clubes do futebol brasileiro como Figueirense e Fluminense. No tricolor carioca, inclusive, protagonizou algumas cenas marcantes, como o gol assinalado que rebaixou o Coritiba à Série B, em 2009. Neste ano, ele voltou a ser o algoz do Alviverde quando balançou as redes na semifinal do Paranaense garantindo o empate que levou a decisão para os pênaltis e deu a vitória ao Athletico. Marquinho também atuou na Itália – na Roma, Hellas Verona e Udinese – , e na Arábia Saudita, na Al Ittihad FC.+

O jogador chegou ao CT do Caju em agosto do ano passado para realizar uma reabilitação de uma grave lesão no joelho, um rompimento de patela. Em setembro, ele foi anunciado oficialmente pelo clube e a expectativa na ocasião era que ele fosse utilizado no time principal, inclusive, disputando a posição com Raphael Veiga e Guilherme. Porém, sem espaço, ele acabou não atuando em 2018.

Marquinho ficou um ano e meio sem entrar em campo – sua última partida havia sido em junho de 2017, no Fluminense – e seu retorno aos gramados foi no dia 19 de janeiro, na derrota do Athletico para o Cascavel CR na estreia da Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Paranaense.C

Apesar de ter iniciado sua participação no Estadual de forma tímida, o meia foi ganhando confiança e aos poucos se mostrando uma peça fundamental no setor de criação da equipe de Rafael Guanaes. Porém, ainda que seja um dos nomes fortes do grupo de aspirantes, ele não tem espaço no grupo de Tiago Nunes.

Com 13 partidas na temporada, Marquinho soma seis gols no Paranaense, o mesmo número que seu companheiro de time, o atacante Bergson, e vai para a última rodada brigando pela artilharia, que é de Rodrigão, do Coritiba, com sete gols. A expectativa do atleta para o confronto de domingo é grande, como contou à Tribuna Marcio Rivellino, representante do jogador.+

“Ele está ansioso e muito focado a conquistar esse título para dar esse presente ao Athletico”, revelou o empresário, que enfatizou que não há nenhuma mágoa por parte do atleta em relação à definição de não seguir no elenco. O vínculo do meia com o Athletico vai até junho e, por isso, ele teria condições de disputar o início do Campeonato Brasileiro, mas a própria diretoria do Rubro-Negro já avisou ao jogador que ele não será mais acionado.

“Já está decidido que ele não continua, mas nem por isso ele não estará totalmente dedicado na decisão. Antes da inscrição do elenco para a Copa Libertadores já fomos avisados sobre essa decisão (da não renovação). Mas não tem nenhum ressentimento. Pelo contrário. Ele é muito grato ao que o clube, a comissão técnica e todo o grupo fez por ele e quer retribuir tudo isso com o título”, finalizou Rivellino.

Sobre admin

Check Also

Athletico vence o Toledo nos pênaltis e é campeão paranaense

Foi com doses de emoção que o Athletico se consagrou bicampeão paranaense. Na tarde deste …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *