Pagina Inicial / Atlético Paranaense / Athletico enfrenta Jorge Wilstermann de olho na liderança do grupo

Athletico enfrenta Jorge Wilstermann de olho na liderança do grupo

Altitude, tempo de bola diferente e pressão do adversário. Estas serão algumas das dificuldades que o Athletico vai enfrentar no duelo decisivo desta quarta-feira (24), às 19h15 (horário de Brasília), diante do Jorge Wilstermann, no Estádio Félix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia. Em jogo estará, para o Furacão, a classificação antecipada para as oitavas de final da Libertadores da América. Do outro lado estará um time frágil tecnicamente, mas que é sempre muito forte jogando dentro dos seus domínios e que ainda tem remotas chances de chegar à próxima fase da competição internacional.

Apesar de o adversário não ter um grande poderio técnico, o Athletico sabe que o jogo desta quarta-feira não será semelhante em nada com o primeiro disputado entre as equipes, quando goleou o Jorge Wilstermann por 4×0, na Arena da Baixada. O time boliviano sabe jogar com a altitude de 2.560 metros acima do nível do mar a seu favor e vem pressionado pela sequência de resultados ruins que, inclusive, culminou com a saída do técnico Miguel Ángel Portugal no último domingo.

+ Leia mais: 

“A gente já enfrentou eles uma vez. Sabemos que o jeito que eles jogam aqui na Bolívia é muito diferente do que eles jogaram lá. É um adversário complicadíssimo e que não perde uma partida em casa pela Libertadores há muito tempo. Então, todo respeito ao Jorge Wilstermann, mas vamos buscar fazer um grande jogo e sair com a vitória”, cravou o volante Camacho.

Diante do cenário da partida e com a necessidade de se adaptar rapidamente à altitude de Cochabamba, o Athletico, segundo Camacho, vai priorizar a posse de bola, especialmente no primeiro tempo, quando os bolivianos devem impor uma pressão maior. “Temos que ficar o máximo com a bola no nosso pé, porque eles vão fazer a correria deles. Eles estão acostumados a jogar aqui e a gente não. Se isso acontecer, vamos sofrer bastante no primeiro tempo. É ficar com a bola e deixar o jogo do jeito que a gente gosta de jogar”, emendou o jogador.+

Em um duelo tão importante e que pode garantir o Athletico nas oitavas de final da Libertadores com uma rodada de antecedência, perder o zagueiro Thiago Heleno e o meia Lucho González pode ser prejudicial para o time atleticano, sobretudo por conta da experiência da dupla. “Jogadores desse nível fazem falta em qualquer time. Mas tivemos muito tempo para treinar, o Tiago Nunes trabalhou várias situações e estamos prontos para jogar sem eles e fazer um grande jogo”, reforçou.

Para este compromisso em solo boliviano, o técnico Tiago Nunes tem o time praticamente definido. Para a vaga de Thiago Heleno, o zagueiro Paulo André assume a titularidade ao lado de Léo Pereira. No meio de campo, Tomás Andrade, por já ter sido titular, deve ganhar a posição, mas Léo Cittadini corre por fora na luta para começar a partida.

A conta para o Athletico garantir a classificação é simples. Se conseguir vencer o Jorge Wilstermann, o Furacão pode voltar para casa até com a primeira posição do grupo garantida. Esse status atual do Rubro-Negro na principal competição de clubes das Américas pode gerar certa ansiedade, mas Camacho garantiu que o time está focado para que isso não venha atrapalhar.

“Nosso time é jovem, mas é muito maduro. Acredito que não vai atrapalhar. Temos dois jogos dificílimos fora de casa. Primeiro aqui e depois na Bombonera, contra o Boca Juniors. Isso não vai atrapalhar a gente. Estamos focados nesse objetivo para fazer um grande jogo e sair daqui classificado”, concluiu Camacho.

LIBERTADORES DA AMÉRICA
Grupo G – 5ª Rodada

Jorge Wilstermann x Athletico

Jorge Wilstermann
Gimenez; Ballivian, Montero, Sebastian Reyes e Aponte; Jorge Ortiz, Saucedo, Serginho e Chavez; Alvarez
e Pedriel
Técnico: Norberto Kekéz

Athletico
Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho, Bruno Guimarães e Tomás Andrade (Léo Cittadini); Nikão, Rony e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

Local: Estádio Félix Capriles (Cochabamba – Bolívia)
Horário: 19h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Mario Diaz de Vivar (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Dario Gaona (PAR)

Sobre admin

Check Also

Athletico 1×0 River: uma festa para 30 mil rubro-negros

Um jogo especial em muitos sentidos. O Athletico recebeu o River Plate na Arena da Baixada, na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *