Pagina Inicial / Paraná Clube / Andrey pode trocar o Paraná Clube pelo Internacional

Andrey pode trocar o Paraná Clube pelo Internacional

Sem estar sendo utilizado no Paraná Clube, o atacante Andrey deve sair do Tricolor nas próximas semanas. Com uma proposta oficial do Internacional e conversas avançadas com o Flamengo, o jogador de 18 anos, que foi fundamental para o time na reta final do campeonato Brasileiro em 2018, deve ser emprestado muito em breve a outro clube.

Segundo apurou o jornal Tribuna do Paraná, a diretoria do Tricolor já recebeu de forma oficial uma proposta do Internacional para que o jogador vá para Porto Alegre e também existem conversas avançadas com o Flamengo, que também deve enviar uma notificação ao Paraná Clube.

Andrey se profissionalizou no Tricolor e antes de chegar à Vila Capanema tinha jogado apenas no futebol amador. O atacante despontou no time no final de 2018, quando o Paraná sofria na Série A do Campeonato Brasileiro e o técnico Claudinei Oliveira optou por começar a testar as “joias da base”.

Com Dado Cavalcanti, o jogador continuou tendo espaço, já que o comandante queria preparar os novatos pensando na temporada 2019. Porém, depois de um episódio em que o atleta sofreu represálias de torcedores por uma foto com camisa do Athletico quando tinha 11 anos, o jogador acabou se afastando cada vez mais do grupo titular.

Após a divulgação da imagem, o atleta passou a sofrer ameaças, inclusive de morte, que envolviam ele e sua família. Por isso, o atleta ficou de fora da partida entre o Tricolor e o Cascavel CR e passou a sequer ser relacionado para as partidas, mesmo treinando normalmente com o grupo.

No ano passado, ele fez nove jogos e marcou um gol. Já nesta temporada, foram dez partidas realizadas e duas bolas na rede – contra Londrina e Foz do Iguaçu.

Andrey foi integrado à base do Paraná por se destacar no futebol amador de Curitiba. Natural de Almirante Tamandaré, na região metropolitana da capital, o atacante atuou pelo Trieste durante a sua adolescência. Mas, foi com a camisa do Internacional, de Balsa Nova, também da RMC, que ele teve o momento decisivo de sua carreira no futebol.

No ano passado, o jogador, em entrevista à Trio de Ferro relembrou como foi descoberto.
“Fui jogar em Campo Largo e lá tinha um bandeirinha que era olheiro do Paraná Clube. Me destaquei naquela partida e ali começou tudo”, contou.

O atacante vinha se destacando na equipe Sub-19 do Tricolor na disputa da Copa Sul quando foi “promovido”.

Sobre admin

Check Also

Paraná Clube já usou 34 jogadores nesta temporada

Uma ‘rotina’ do Paraná Clube está se repetindo em 2019. Até a última terça-feira (11), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *