Pagina Inicial / Coritiba / Coritiba já utilizou 32 jogadores em 2019 e segue sem time ideal

Coritiba já utilizou 32 jogadores em 2019 e segue sem time ideal

A falta de resultados positivos e as atuações irregulares têm gerado mudanças no time titular do Coritiba ao longo deste ano. Pressionado, o técnico Umberto Louzer, antes da parada para a Copa América, fez diversas alterações na equipe para o duelo contra o Guarani, em Campinas. No entanto, a alta rotatividade tem chamado a atenção no Coxa desde o início da temporada. Com dois treinadores neste ano – Argel Fucks iniciou a temporada -, nada menos do que 32 jogadores já foram usados pelo Verdão em 2019.

Destes 32 jogadores que já entraram em campo, poucos conseguiram se firmar e ter uma sequência na equipe titular. Neste time, estão o zagueiro Alan Costa, afastado recentemente do elenco, os volantes Vitor Carvalho e João Vitor, o meia Giovanni e o atacante Rodrigão. Completa o grupo o goleiro Wilson, que apesar de ter ficado de fora em sete oportunidades devido a um problema na mão, sempre foi considerado titular absoluto da meta.

Do time que iniciou o ano, na goleada por 4×0 diante do Foz do Iguaçu, fora de casa, pelo Campeonato Paranaense, apenas quatro começaram o duelo diante do Guarani entre os titulares. O goleiro Wilson e o volante Vitor Carvalho foram os jogadores que, de fato, conseguiram uma sequência. Já o lateral-direito Sávio e o lateral-esquerdo Fabiano só foram titulares por conta das lesões sofridas por Diogo Mateus e Patrick Brey.

Naquele compromisso, o atacante Nathan foi o escolhido pelo então técnico Argel Fucks para formar a linha de frente do Coxa. Depois de um longo período fora até dos relacionados, o jogador viajou a Campinas, entrou no decorrer do jogo contra o Guarani e sofreu a penalidade convertida pelo goleiro Wilson, que deu a vitória diante do Bugre.

O jovem Nathan reapareceu no time alviverde no último duelo. Foto: Albari Rosa.

O jovem Nathan reapareceu no time alviverde no último duelo. Foto: Albari Rosa.

Do time que jogou o Estadual, por exemplo, vários jogadores não estão sendo relacionados ou desceram para o time de aspirantes para a disputa do Campeonato Brasileiro da categoria. Casos do volante Matheus Bueno, do meia Kady e dos atacantes Igor Paixão e Pablo Thomaz. Já o zagueiro Alex Alves não vem mais sendo relacionado para as partidas e o volante Elyeser, depois de ter seu contrato de empréstimo encerrado, já deixou o clube.

Esses números explicam um pouco a dificuldade de o Coritiba engrenar na temporada. Louzer, contratado no final de fevereiro, ainda não achou um time ideal. Em campo, o Verdão está oscilando e não criou ainda uma identidade, o que reflete, também, a falta de peças de qualidade do elenco. As constantes mudanças não fizeram bem à equipe e o Verdão, mesmo com alguns reforços, como o meia-atacante Rafinha, ainda está patinando na Série B do Campeonato Brasileiro.

Em um primeiro momento, o treinador ensaiou uma defesa ideal com os laterais Diogo Mateus e William Matheus e com os zagueiros Alan Costa e Romércio. Porém, o esquema foi desmanchado nas últimas partidas, especialmente depois da derrota sofrida para o Paraná Clube, no Couto Pereira.

No meio de campo, por falta de opções, o meia Giovanni foi o escolhido na maioria dos jogos para ser o responsável pela criação das jogadas. A dupla de volantes foi alterada algumas vezes. João Vitor e Matheus Sales foram os eleitos nas últimas partidas. Vitor Carvalho, que é um dos jogadores que mais entraram em campo em 2019, voltou a atuar diante do Guarani por conta da suspensão de João Vitor.

O grande nome do Coritiba na temporada está no ataque. Com 15 gols em 17 jogos, o atacante Rodrigão é uma das poucas unanimidades do time. Ao seu lado agora está Rafinha, ídolo do clube no passado e que segue com moral depois do seu retorno. O outro integrante do trio ofensivo está mostrando toda sua polivalência. Lateral de origem, Patrick Brey foi o que melhor rendeu quando atuou pela ponta. Welinton Júnior e Juan Alano também foram testados na posição, mas não agradaram.

Sobre admin

Check Also

Coritiba “soube sofrer” na vitória sobre o Botafogo-SP, dizem jogadores

A vitória do Coritiba por 1×0 em cima do Botafogo-SP foi construída com sabedoria, maturidade e superação, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *