Pagina Inicial / Coritiba / Coritiba tenta manter estabilidade no G4 da Série B

Coritiba tenta manter estabilidade no G4 da Série B

Para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico do Coritiba aposta no time consistente que vem construindo. Na opinião de Jorginho, agora os jogadores sabem o que querem alcançar e estão muito conscientes sobre o papel que devem cumprir. Sob a batuta do novo treinador, o Coxa soma quatro vitórias e uma derrota, e vai motivado para encarar o Vila Nova, sábado, às 16h30, no Serra Dourada.

Emendando sua terceira vitória consecutiva, e voltando a pontuar como visitante após quase dois meses, o Alviverde chegou a 46 pontos, é o quarto na tabela e conseguiu por mais uma rodada se manter na área de classificação. Para Jorginho, a série de vitórias não representa que o time esteja embalado, mas sim que o grupo está com uma nova mentalidade. “Embalado não, mas consistente e isso é muito importante que aconteça. Eles (jogadores) entenderam quem são e onde querem chegar”, disparou.

O Verdão teve apenas um outro momento na Série B deste ano, com três triunfos consecutivos da 15ª até a 17ª rodada. Na realidade, o Alviverde somou dez jogos de invencibilidade, entre a 10ª e a 19ª rodada. Porém, caiu de rendimento, somou derrotas e despencou na tabela, o que causou a demissão de Umberto Louzer.

O novo comandante acredita que sua equipe não vai mais deixar essa queda brusca acontecer. Para Jorginho, uma prova de que a equipe está se entregando mais foi a atuação contra o São Bento. O Coritiba fez um ótimo primeiro tempo e abriu a vantagem de 2×0, mas sofreu uma forte pressão nos 45 minutos finais, levou um gol e precisou segurar o ímpeto do adversário para garantir o placar de 2×1 e evitar um possível empate ou até virada. “A equipe entendeu a forma de jogar, comprou a ideia e todos estão lutando, foi o que aconteceu neste jogo”, falou.

O time de Sorocaba vendeu caro a derrota, pois luta contra o rebaixamento, portanto, a vitória foi muito valorizada pelo técnico e elenco. Atualmente, a equipe do interior paulista é a lanterna da competição, com 27 pontos. O próximo adversário do Verdão está em uma situação parecida, brigando para evitar o descenso e, por isso, deve também ser um oponente duro a ser batido. O Vila Nova é o 17º, com 30, e busca um novo técnico – Itamar Schulle, campeão paranaense pelo Operário em 2015 e ex-Cuiabá, está perto de um acerto.

Por isso, para seguir na crescente na competição, somar mais pontos e se garantir de vez no G4, o Coxa quer aproveitar o aprendizado que teve no último compromisso. O cenário deve ser muito semelhante, porém, com fatores que podem ajudar. “A gente tem que aproveitar muito bem essa instabilidade que tem com a cobrança da torcida deles e até vaias. Temos que usar essas armas, mas precisamos ser mais mortais. Daqui pra frente, a gente precisa aproveitar as oportunidades”, concluiu o confiante Jorginho.

Sobre admin

Check Also

Apesar de estar no G4 e com vantagem, desempenho do Coritiba preocupa Jorginho

O empate em 3×3 com o Cuiabá, na noite de terça-feira (29), na Arena Pantanal, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *