Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Fisiologista do Paraná exalta mudança para o “bem do futebol”

O reinício do futebol com a retomada da Bundesliga, o campeonato alemão, mostrou que a longa pausa no calendário, por conta da pandemia do coronavírus, pode causar algumas lesões nos jogadores.

Após a rodada do último fim de semana no futebol alemão, oito jogadores se contundiram. Para ajudar um pouco mais nessa retomada, a Fifa anunciou que cinco substituições poderão ser feitas nas partidas, o que foi exaltado por Tiago Cetolin, fisiologista do Paraná.

“As cinco substituições vão ser essenciais. Elas vão vir para evitarmos algum tipo de lesão, a queda de desempenho e para o próprio jogo ficar melhor, o que é fundamental. Entra no paradoxo de quem tem mais elenco ou menos. Poderia até ser mais, para que o jogo ficasse ainda melhor e os atletas pudessem ter mais rodagem durante o ano”, disse o profissional em uma live realizada pelo clube nesta semana.

Cetolin ainda fez questão de ressaltar o trabalho que vem sendo no Tricolor de forma home office, já que os atletas ainda não estão liberados para treinarem no CT Ninho da Gralha.

“Eu vejo com bons olhos esse treinamento online. Eles estão com uma limitação estrutural, mas, acaba sendo uma forma interessante de trabalhar, já que conseguimos observar todos os atletas”, frisou o fisiologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *