Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Coritiba busca embalo contra o Sport na estreia de Jorginho; tudo sobre o jogo

O técnico Jorginho estreia no comando do Coritiba neste domingo (30), diante do Sport, no Couto Pereira, pela sexta rodada do Brasileirão.

O Sport é rival direto do Coxa na disputa da parte de baixo da tabela. O Alviverde é lanterna com apenas três pontos, mas venceu a primeira na última rodada sobre o Red Bull Bragantino, fora de casa, quando o time foi comandado pelo auxiliar Mozart.

O Leão vive situação parecida. Também na zona de rebaixamento, na 18ª posição, com quatro pontos, a equipe pernambucana vai estrear novo técnico. O clube demitiu Daniel Paulista após derrota para o São Paulo e contratou Jair Ventura.

Sem contar com problemas por suspensão ou lesão, o treinador deve manter a equipe que venceu o Red Bull Bragantino. A única dúvida está no meio-campo. Matheus Bueno e Luiz Henrique brigam por uma vaga.

Transmissão

Coritiba x Sport terá transmissão da TV Globo (apenas para Pernambuco) e Premiere. A Trio de ferro, www.radiotriodeferro.com.br.

Ficha técnica Coritiba x Sport

Brasileirão 2020
6ª rodada
30/08/2020
CORITIBA X SPORT

Coritiba: Wilson; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Matheus Bueno, Matheus Sales e Matheus Galdezani; Neilton, Robson e Sassá. Técnico: Jorginho.

Sport: Maílson; Patric, Maidana, Chico e Sander; Ronaldo Henrique, Ricardinho e Jonatan Gómez; Lucas Venuto, Marquinhos e Élton. Técnico: Jair Ventura.

Estádio: Couto Pereira
Horário: 16h
Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP).
Assistentes: Marcelo Van Gasse (Fifa/SP) e Fabrini Bevilaqua (Fifa/SP)

Categorias
Futebol Paranaense

Alisson lamenta primeiro revés do Paraná: “Erguer a cabeça”

O goleiro Alisson lamentou as oportunidades perdidas pelo Paraná na derrota por 1 a 0 para o Vitória, neste sábado (29), no Barradão, pela sexta rodada da Série B. Com o revés, o Tricolor perdeu a invencibilidade e também a liderança na disputa.

“A gente fez um jogo melhor, com mais volume, tivemos mais chances de fazer o gol, porém não conseguimos colocar a bola para dentro”, avaliou o arqueiro após o apito final em Salvador. “Méritos também do time adversário”, ponderou.

Após um primeiro tempo fraco de ambos os times, os baianos abriram o placar aos 22 do segundo tempo. Após chute de fora da área, a bola bateu no braço do zagueiro Thales e o juiz anotou pênalti, que Léo Ceará converteu.

O gol do Vitória saiu justamente no momento em que o Paraná começava a dominar o jogo. Após sofrer o gol, o Tricolor foi ainda mais pra cima e abafou os donos da casa até os instantes finais, parando, entretanto, nas boas intervenções do goleiro Ronaldo, que assegurou o placar.

“Agora é erguer a cabeça, foi nossa primeira derrota, saber que não está tudo errado e que o campeonato é longo”, pregou Alisson. O Tricolor volta a campo já na terça-feira (1), às 19h15, na Vila Capanema, contra a Ponte Preta.

Ficha técnica de Vitória x Paraná

SÉRIE B 2020
6ª Rodada
29/08/2020
VITÓRIA 1X0 PARANÁ

Vitória: Ronaldo; Jonathan Bocão, João Victor, Mauricio Ramos (Wallace) e Rafael Carioca (Leocovick); Fernando Neto (Jean), Guilherme Rend e Marcelinho; Vico (Eron), Matheusinho e Léo Ceará (Caicedo). Técnico: Bruno Pivetti.

Paraná: Alisson; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Jean Victor; Jhony (Michel), Higor Meritão (Karl) e Renan Bressan; Gabriel Pires (Marcelo), Andrey (Wandson) e Bruno Gomes (Thiago Alves). Técnico: Allan Aal.

Gol: Léo Ceará, 22/2ºT(VIT)
Cartões amarelos: Rafael Carioca (VIT); Jhony Douglas, Thales, Fabrício e Karl (PAR)
Local: Barradão (Salvador-BA)
Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Luis Carlos de França Costa (RN)

Categorias
Futebol Paranaense

Fator casa diminui aproveitamento na pandemia, mas segue sendo um diferencial

Por causa da pandemia do novo coronavírus, o futebol voltou a ser disputado com portões fechados. E sem o apoio da torcida, os times da casa poderiam perder um pouco a sua força. Mas, na prática, a situação não é bem assim.

Com cinco rodadas do Brasileirão já realizadas e 47 jogos disputados – quatro da primeira rodada foram adiados e um da 11ª antecipado – dá pra ver apenas uma leve queda de rendimento dos locais.

Até aqui, são 23 vitórias dos mandantes, 11 empates e 11 vitórias dos times de fora. O aproveitamento dos donos da casa é quase o dobro dos visitantes: 58,1% contra 32,6%. Se compararmos com as primeiras cinco rodadas do Campeonato Brasileiro dos últimos três anos, o desempenho atual certamente é mais equilibrado.

Em 2019, em 50 jogos, os mandantes tiveram 64,6% de aproveitamento, contra 28,6% dos visitantes. Foram 29 vitórias dos donos da casa, 11 dos de fora e mais dez empates. Números um pouco melhores do que em 2018, quando os locais somaram 61,3% dos pontos, com 25 vitórias. Por outro lado, as equipes que atuaram longe de seus domínios somaram só oito vitórias, tendo 28,6% de aproveitamento.

Com duas derrotas em dois jogos, Coritiba é uma das poucas exceções de quem ainda não venceu como mandante. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna do Paraná

Já em 2017, a vantagem dos mandantes foi muito superior. Com 31 vitórias, os clubes da casa somaram 68% dos pontos nas primeiras cinco rodadas, com 25 vitórias, enquanto os visitantes só conseguiram dez triunfos, com 26% de aproveitamento.

Em 2015 jogar em seu estádio também foi fundamental. Naquela temporada, os locais tiveram 65,3% de aproveitamento, com 28 vitórias, sendo vencidos apenas em oito oportunidades – as equipes de fora só conseguiram 25,3% dos pontos disputados.

Torcida já fez menos diferença

Um outro fator que mostra que a falta da torcida nos estádios não vem pesando tanto é que em 2016, quando nem se imaginava jogar todos os confrontos com portões fechados, o desempenho dos mandantes nas primeiras rodadas foi pior do que na atual temporada.

Na ocasião, os donos da casa tiveram 58% de aproveitamento, com 24 vitórias. Os visitantes tiveram números parecidos com o de agora, com 11 vitórias e 32% de rendimento. Foram mais 15 empates. A grande diferença é que em 2020 foram três jogos a menos.

Confira os números a cada temporada:

2020 – Mandantes: 23 vitórias (58,1%). Visitantes: 11 vitórias (32,6%). 13 empates

2019 – Mandantes: 29 vitórias (64,6%). Visitantes: 11 vitórias (28,6%). 10 empates

2018 – Mandantes: 25 vitórias (61,3%). Visitantes: 8 vitórias (27,3%). 17 empates

2017 – Mandantes: 31 vitórias (68%). Visitantes: 10 vitórias (26%). 9 empates

2016 – Mandantes: 24 vitórias (58%). Visitantes: 11 vitórias (32%). 15 empates

2015 – Mandantes: 28 vitórias (65,3%). Visitantes: 8 vitórias (25,3%). 14 empates

Europa conviveu com equilíbrio e até vantagem dos visitantes pós-parada

Ao contrário do Brasil, o futebol na europa estava no meio da temporada quando foi paralisado. E no retorno, viu um certo equilíbrio entre mandantese visitantes. Analisando as cimco principais ligas que retornaram com o futebol, em nenhum país os donos da casa chegaram a sequer 60% de aproveitamento.

A Inglaterra foi onde os donos da casa tiveram mais vantagem, somando 53,7% dos pontos, com 42 vitórias em 100 confrontos, contra 29 vitórias dos que jogaram fora (39,2%). Em seguida, veio o futebol português, onde os donos dos estádios conquistaram 40 vitórias, contra 27 dos visitantes.

Já na Alemanha, os times que jogavam fora tiveram amplo domímio. Foram 52,2% de aproveitamento das equipes visitantes, com 36 vitórias em 81 partidas, contra apenas 26 triunfos dos locais (39,9%).

Na Europa, alguns times dominam suas ligas, como o Bayern, na Alemanha, que ganhou todos os jogos na volta do futebol. Foto: Divulgação/Bayern

Espanha e Itália viram um equilíbrio maior jogando dentro e fora de casa. Os espanhóis tiveram apenas 50% de aproveitamento dos mandantes, contra 40,9% dos visitantes, enquanto essa divisão para os italianos foram de 50,5% contra 42,2%.

Porém, é importante ressaltar que esta pequena diferença, ao contrário do que acontece no Brasileirão, é mais comum no Velho Continente. Nestes mesmo cinco campeonatos nacionais, antes da pandemia, foram disputados, somados, 1245 jogos, com 543 vitórias dos mandantes e 389 dos visitantes. Os donos da casa tinham um aproveitamento, em geral, de 51,9%. Ou seja, a vantagem de jogar em casa já não era tão grande.

Confira os números na Europa pós-parada:

Alemanha – Mandantes: 26 vitórias (39,9%). Visitantes: 36 vitórias (52,2%). 19 empates

Inglaterra – Mandantes: 42 vitórias (53,7%). Visitantes: 29 vitórias (39,2%). 19 empates

Espanha – Mandantes: 45 vitórias (50%). Visitantes: 35 vitórias (40,9%). 30 empates

Itália – Mandantes: 52 vitórias (50,5%). Visitantes: 42 vitórias (42,2%). 26 empates

Portugal – Mandantes: 40 vitórias (52,9%). Visitantes: 27 vitórias (38,5%). 23 empates

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Paraná: Dupla de zaga tem feito bonito também no ataque

Na derrota do  Paraná para o Botafogo, na última quarta-feira (26), pela Copa do Brasil por 2×1 , mais uma vez na temporada, um jogador da defesa paranista assinalou um gol. O zagueiro Thales, aos 10 do segundo tempo, balançou as redes. A dupla de zaga do Tricolor, que se completa com Fabrício, soma cinco gols na temporada, superando os número individuais dos artilheiros da equipe.

Enquanto o capitão Fabrício tem três gols até aqui em 18 jogos, dois pelo Campeonato Paranaense e um pela Copa do Brasil, o camisa 3, Thales, tem dois em 19 partidas, ambos pela disputa nacional. Os gols dos dois jogadores, aliás, foram imprescindíveis para a virada histórica diante do Bahia de Feira de Santana, por 3 a 2, após os 46 minutos da segunda etapa, na segunda fase da competição.

O aproveitamento no quesito “bola na rede” faz os defensores ficarem “colados” com os goleadores. Os artilheiros do Tricolor no ano são o meia Renan Bressan, com quatro gols em 12 partidas, e o atacante Andrey, também com quatro gols, mas em 14 confrontos. Na segunda colocação está Fabrício e, na sequência, Thales divide com os atacantes Bruno Gomes e Thiago Alves, e o meia-atacante Robson, a terceira posição, com dois gols cada um. O último já deixou o clube.

Grupo consistente

O técnico Allan All demonstra confiança na dupla de zaga. Prova disso é que os camisas 3 e 4 são cativos entre os titulares e ficaram de fora em poucos dos 22 jogos do time no ano.

Não só a defesa tem a segurança do treinador, que elogiou todo o elenco mesmo depois da eliminação para o Botafogo, na Vila Capanema. O comandante aprovou o desempenho do time, o esforço de todos para contribuir com a equipe, e acredita que a evolução poderá render frutos até o final da Série B.

“A entrega desses jogadores vem sendo diária, poucas vezes vi algo assim. Fico muito feliz pela demonstração de coletividade. Esses jogadores vão alcançar algo grande”, disse às rádios Banda B e Transamérica.

Categorias
Futebol Paranaense

Coritiba busca contratação de volante do Flamengo

O  Coritiba busca a contratação do volante Hugo Moura, de 22 anos, que está no Flamengo. Segundo apurou a Gazeta/Tribuna, a negociação é do empréstimo do atleta, criado no clube carioca, mas que está sem espaço no Rubro-Negro.

A principal característica de Hugo Moura é a marcação. Nesta temporada, ele entrou em campo apenas quatro vezes, todas pelo Carioca.

A transação está sendo mediada pelo diretor de futebol Paulo Pelaipe, que estava no Flamengo antes de acertar com o Coxa. Entre os pedidos de Jorginho ao departamento de futebol está mais um volante, mais um meia, além de pelo menos outro atacante de velocidade.

Outro nome também foi especulado para reforçar o Coritiba. Foi o volante paraguaio Piris da Motta, que está sem espaço com o técnico Domenèc Torrent. Porém, o Pelaipe negou o interesse do clube no atleta.

Categorias
Futebol Paranaense

Dorival Júnior não é mais técnico do Athletico

O Athleico demitiu o técnico Dorival Júnior na manhã desta sexta-feira (28). O comunicado foi confirmado pelo clube, que também desligou o auxiliar técnico Lucas Silvestre, filho do treinador, e Leonardo Porto.

A demissão do treinador ocorre após quatro derrotas consecutivas no comando do Furacão. O Athletico foi derrotado por Santos, Palmeiras, Fluminense e São Paulo, todas as partidas pelo Brasileirão.

Contratado no final do ano passado pelo clube, Dorival Júnior conquistou o Campeonato Paranaense em cima do rival Coritiba, mas, sai em baixa por conta dos últimos resultados da equipe no Brasileirão.

Pela Libertadores, Dorival conquistou uma vitória e uma derrota. O Rubro-Negro volta a campo pela competição internacional no próximo dia 15, diante do Jorge Wilstermann, na Bolívia.

Com a saída do treinador, Eduardo Barros, que comandou o time de aspirantes em alguns jogos do Estadual, assume interinamente diante do Red Bull Bragantino, na próxima quarta-feira.

Histórico no Rubro-Negro

Dorival Júnior comandou o Athletico em 18 partidas na temporada de 2020. Foram nove vitórias, três empates e seis derrotas – em duelos válidos por Supercopa, Campeonato Paranaense, Libertadores e Brasileirão. O aproveitamento foi de 55%.

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Torcidas organizadas do Coritiba voltam a protestar no Couto Pereira

Torcedores do Coritiba voltaram a pressionar pela saída do diretor de futebol Rodrigo Pastana. Na noite de segunda-feira (17), com palavras de ordem e muitos xingamentos, as torcidas organizadas Curva 1909, Dragões Alviverde e Império Alviverde protestaram em frente ao estádio Couto Pereira pedindo a demissão do responsável pelas contratações do time.

O presidente Samir Namur, principal responsável por segurar o executivo no cargo até agora, também foi alvo dos manifestantes. A gestão do mandatário encerra em dezembro.

A pressão pela saída de Pastana vem aumentando após a perda do título paranaense para o rival Athletico, seguida por três derrotas nas primeiras três rodadas do Brasileirão. Na semana passada, os pedidos de demissão começaram com faixas colocadas no Couto. Em outro dia, as paredes do estádio amanheceram pichadas.

No sábado (12), data da partida contra o Flamengo, houve aglomeração de torcedores na entrada do ônibus coxa-branca no estádio e mais reclamações dirigidas ao diretor de futebol.

O Coxa volta a campo nesta quarta-feira (19), às 21h30, contra o Corinthians, em São Paulo. Depois, no domingo (23), time encara o Red Bull Bragantino também fora de casa.

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Paraná busca manter a liderança contra o Guarani; tudo sobre a partida

O  Paraná encara o Guarani, nesta terça-feira (18), às 21h30, no Brinco de Ouro, para manter a posição privilegiada na tabela de classificação da Série B. Depois de três rodadas, o Tricolor é o líder da competição com sete pontos, conquistados com um empate e duas vitórias.

Invicto, o time paranista está embalado. Após a estreia com empate em 2 a 2 com o Confiança, fora de casa, somou dois triunfos na Vila Capanema: 1 a 0 em cima do Avaí e 3 a 1, de virada, diante do Juventude.

Já o Bugre é apenas o 13.º na tabela, com uma vitória até aqui. O Juventude (segundo colocado) encara o América-MG e se garantir o triunfo, chega a nove, enquanto o Paraná vai a dez pontos se vencer.

Em time que está ganhando…

O técnico Allan Aal deve manter a equipe titular que venceu o Juventude, por 3 a 0, na última sexta-feira (14), na Vila Capanema. Os resultados de testes de coronavírus deram todos negativos, de acordo com a assessoria de imprensa do clube.

O atacante Andrey, que começou pela primeira vez entre os titulares, foi o autor de dois gols do Paraná em cima dos gaúchos e deve permanecer entre os 11 iniciais. O jogador entrou na vaga de Gustavo Mosquito, que retornou ao Corinthians. Outras opções para a posição são Marcelo, Wandson.

O recém-promovido da base Lucas Sene, de 20 anos, ainda não viajou com a delegação. Os atletas da base não estão em treinamentos presenciais – apenas on-line – e, por isso, o atacante precisa aprimorar a condição física antes de ser relacionado.

O volante Higor Meritão também deve ter presença garantida. Além de ter o desempenho aprovado pelo treinador nos dois jogos que atuou, o camisa 8 ganha em definitivo a vaga com a venda de Carlos Dias para o Futebol do Chipre.

Transmissão

O jogo será transmitido pelos canais SporTV e Premiere. A Tribuna do Paraná acompanha o jogo em Tempo Real.

Ficha Técnica

SÉRIE B 2020
4ª Rodada

18/08/2020

GUARANI X PARANÁ

Guarani: Jefferson Paulino, Pablo, Wálber, Didi e Bidu; Deivid, Eduardo Person, Lucas Crispim e Giovanny; Waguininho e Rafael Costa. Técnico: Thiago Carpini

Paraná: Alisson; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Jean Victor; Jhony Douglas, Higor Meritão e Renan Bressan; Gabriel Pires, Andrey  e Raphael Alemão. Técnico: Allan Aal.

Local: Brinco de Ouro – Campinas – SP
Horário: 21h30
Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG)
Assistentes: Marconi Helbert Vieira (MG) e Helen Aparecida Gonçalves Silva Araujo (MG)

Categorias
Destaques Futebol Paranaense Geral

Athletico e Coritiba faturam com direitos internacionais de transmissão; veja valores

Com os direitos de TV internacional do Brasileirão negociados pela CBF, Athlético e Coritiba vão embolsar por ano pelo menos US$ 260 mil (R$ 1,43 milhão na cotação atual) até o final de 2023, ou seja, por quatro temporadas. Neste ano, o valor será pago em duas parcelas de US$ 130 mil.O contrato foi assinado pelos 40 clubes das Séries A e B. A Global Sports Rigs Management  assegurou os direitos internacionais para TV aberta, TV fechada, pay-per-view, internet e OTT/streaming, e com o consórcio Zeus Sports Marketing/Stats Perform para direitos internacionais para streaming for betting (transmissão para sites de apostas).

Os valores podem ser maiores dependendo da cota variável para transmissão nos sites de apostas, de acordo com a audiência. Porém, não é possível prever a quanto pode chegar essa quantia extra.

Inicialmente, os clubes da Série A previam um acordo mais alto, com piso na casa dos R$ 2 milhões. Porém, segundo apurou a reportagem, o valor final acertado foi mais baixo, já que os clubes da Série B e até da Série C também vão receber uma porcentagem dos direitos de transmissão.

Direitos de TV do Brasileirão para o exterior são mais baixos

Os valores são mais baixos do que as equipes pretendiam embolsar. Por problemas de negociação entre CBF, clubes e potenciais compradores, as negociações nos últimos dois anos foram frustradas.

Na primeira delas, a BR Foot, vencedora da licitação, não cumpriu o acordo com pagamento da primeira parcela. A sede da empresa ficava em um paraíso fiscal nos Estados Unidos e o acordo foi desfeito pela CBF. Depois, a Sports Promotion buscou a compra dos direitos, mas uma auditoria realizada pela CBF aconselhou os clubes a não aceitar o negócio.

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Paraná recebe o líder Juventude para embalar na Série B

O Paraná encara nesta sexta-feira (14) o líder da Série B do Campeonato Brasileiro, o Juventude. Pela terceira rodada da competição, o Tricolor recebe os gaúchos às 21h30, na Vila Capanema. Com um empate e uma vitória até o momento, a equipe paranista está invicta e o técnico Allan Aal projeta um confronto difícil. O fator casa precisa pesar, mais uma vez, de acordo com o treinador, que não poderá repetir a formação do último jogo.

Na noite da última quinta-feira, o Corinthians solicitou o retorno do atacante Gustavo Mosquito. Com isso, o jogador se despediu do Tricolor. A tendência é que Andrey seja o titular contra o clube gaúcho.

E o fator casa…influencia?

Após a vitória por 1 a 0 em cima do Avaí, na última terça-feira (11), no Durival Britto, o treinador destacou o quanto a partida deverá ser disputada. O Juventude tem conquistado bons resultados, com estreia vencendo por 2 a 1 o CRB, e, na sequência, derrotando o Sampaio Corrêa, por 1 a 0.

“Uma equipe muito bem treinada, um time competitivo, e maduro. Precisamos ter toda a atenção e fazer a leitura do jogo, entendendo a competição”, comentou.

Aal também deixou claro o quanto mesmo em jogos sem torcida, o fator “Vila Capanema” precisa prevalecer na briga pelo acesso à Série A.

“Temos que valorizar os jogos em casa. São duas vitórias do adversário, mas todos os jogos serão difíceis daqui para a frente e vamos ter que fazer o ‘bê-a-bá’, vencendo em casa e pontuando fora para nos mantermos na primeira parte da tabela”, destacou.

Transmissão

O jogo será transmitido pelos canais SporTV (para todo o Brasil, menos para o PR) e Premiere. A Tribuna do Paraná acompanha o jogo em Tempo Real.

Ficha Técnica

SÉRIE B 2020
3ª Rodada

14/08/2020

PARANÁ X JUVENTUDE

Paraná: Alisson; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Jean Victor; Jhony Douglas, Higor Meritão e Renan Bressan; Gabriel Pires (Bruno Gomes), Andrey e Raphael Alemão. Técnico: Allan Aal.

Juventude: Marcelo Carné; Luis Ricardo, Augusto, Reynaldo e Hélder; Gabriel Bispo, João Paulo; Gustavo Bochecha e Renato Cajá; Breno e Dalberto. Técnico: Pintado.

Local: Vila Capanema
Horário: 21h30
Árbitro: Ronei Candido Alves (MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa (MG) e Douglas Almeida Costa (MG)