Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Paraná recebe o líder Juventude para embalar na Série B

O Paraná encara nesta sexta-feira (14) o líder da Série B do Campeonato Brasileiro, o Juventude. Pela terceira rodada da competição, o Tricolor recebe os gaúchos às 21h30, na Vila Capanema. Com um empate e uma vitória até o momento, a equipe paranista está invicta e o técnico Allan Aal projeta um confronto difícil. O fator casa precisa pesar, mais uma vez, de acordo com o treinador, que não poderá repetir a formação do último jogo.

Na noite da última quinta-feira, o Corinthians solicitou o retorno do atacante Gustavo Mosquito. Com isso, o jogador se despediu do Tricolor. A tendência é que Andrey seja o titular contra o clube gaúcho.

E o fator casa…influencia?

Após a vitória por 1 a 0 em cima do Avaí, na última terça-feira (11), no Durival Britto, o treinador destacou o quanto a partida deverá ser disputada. O Juventude tem conquistado bons resultados, com estreia vencendo por 2 a 1 o CRB, e, na sequência, derrotando o Sampaio Corrêa, por 1 a 0.

“Uma equipe muito bem treinada, um time competitivo, e maduro. Precisamos ter toda a atenção e fazer a leitura do jogo, entendendo a competição”, comentou.

Aal também deixou claro o quanto mesmo em jogos sem torcida, o fator “Vila Capanema” precisa prevalecer na briga pelo acesso à Série A.

“Temos que valorizar os jogos em casa. São duas vitórias do adversário, mas todos os jogos serão difíceis daqui para a frente e vamos ter que fazer o ‘bê-a-bá’, vencendo em casa e pontuando fora para nos mantermos na primeira parte da tabela”, destacou.

Transmissão

O jogo será transmitido pelos canais SporTV (para todo o Brasil, menos para o PR) e Premiere. A Tribuna do Paraná acompanha o jogo em Tempo Real.

Ficha Técnica

SÉRIE B 2020
3ª Rodada

14/08/2020

PARANÁ X JUVENTUDE

Paraná: Alisson; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Jean Victor; Jhony Douglas, Higor Meritão e Renan Bressan; Gabriel Pires (Bruno Gomes), Andrey e Raphael Alemão. Técnico: Allan Aal.

Juventude: Marcelo Carné; Luis Ricardo, Augusto, Reynaldo e Hélder; Gabriel Bispo, João Paulo; Gustavo Bochecha e Renato Cajá; Breno e Dalberto. Técnico: Pintado.

Local: Vila Capanema
Horário: 21h30
Árbitro: Ronei Candido Alves (MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa (MG) e Douglas Almeida Costa (MG)

Categorias
Futebol Paranaense

Pastana cobra Sassá no Coritiba: “Honrar o investimento feito”

O diretor de futebol do Coritiba, Rodrigo Pastana, deu explicações sobre o início ruim do time no Brasileirão. Em entrevista coletiva, jornalistas enviaram perguntas à assessoria de imprensa do clube para o dirigente responder.

Entre as principais respostas, Pastana garantiu o emprego do técnico Eduardo Barroca, cobrou o atacante Sassá por melhor desempenho, avaliou que o Coxa não vai lutar pelo rebaixamento e explicou a estratégia de contratações para a sequência da Série A. Veja as principais respostas:

Troca de treinador

A troca no comando técnico não é vista como solução hoje. Sobre o momento ruim, é claro que é ruim. Nós esperávamos pontuar nesses primeiros dois jogos. A final do Paranaense foi ruim por ter perdido para o rival nos últimos minutos, mas o grupo evoluiu. Tanto é que muitos saíram lesionados por darem 110% da sua capacidade. Temos outras soluções que podem ser contratações ou nova avaliação do elenco. Mas, neste momento, não se cogita a troca de treinador.

Coritiba vai lutar contra o rebaixamento?

Eu não acho que vamos lutar contra o rebaixamento. Acho que vamos brigar por uma competição sul-americana.

Desempenho do atacante Sassá

Nenhum jogador é contratado para ser titular. Ele tem que performar para convencer o treinador para que possa jogar. Isso vem acontecendo com o Sassá. Ele tem se recuperado e tendo oportunidades. E a gente espera que ele venha honrar o investimento feito nele. A expectativa foi muito grande, mas infelizmente ele não conseguiu performar de acordo com a expectativa do torcedor.

Orçamento para reforços

Não temos orçamento disponível para contratar jogadores. Estamos tentando captar receita. Disponível hoje não há. Há orçamento para que a gente possa cumprir nossas obrigações até o fim do Campeonato Brasileiro.

Jadson e contratação de medalhões

Trazer novos reforços experientes na Série A é uma coisa. Agora trazer novos reforços, experientes e rodados, como por exemplo o Jadson, que foi uma negativa nossa. Ele já não vinha performando. As informações é que ele não vinha bem em treinamentos e tinha lesões. Que ele já não tinha o mesmo interesse que antes. A contratação aqui no Coritiba é feita por um colegiado. Desde o departamento de futebol, análise, treinador e comissão, eu e o presidente.

Rótulo de “diretor de Série B” e experiência com o Paraná na Série A

Não me preocupo com rótulos. São clubes diferentes e orçamentos diferentes. Não comparo momentos profissionais. Eu me preocupo com o Coritiba, que não pode e nem merece estar na Série B. O início ruim ou bom não quer dizer se vai terminar mal o campeonato. E a gente vai fazer o possível para não igual aos últimos quatro anos, quando o clube brigou para não cair. Esperamos fazer um bom trabalho e uma boa campanha.

Categorias
Futebol Paranaense

Dorival Júnior está com Covid-19 e não comanda o Athletico contra o Santos

O técnico Dorival Júnior, do Athletico, fez teste que apontou positivo para a Covid-19. O treinador do Furacão, entretanto, ainda fará um novo exame para confirmar se contraiu a doença provocada pelo coronavírus.

Aos 58 anos, o comandante atleticano está assintomático e já em repouso. Os auxiliares Lucas Silvestre e Leonardo Porto dirigirão o Rubro-Negro no duelo com o Santos, no domingo (16), às 19h45, na Vila Belmiro.

A informação foi publicada pela repórter Monique Vilela, da Rádio Banda B, e confirmada pela reportagem.

Antes de Dorival, o Athletico já teve outros 15 casos positivos. 14 deles antes da volta do futebol e outro no início de agosto. O clube, no entanto, não divulga os nomes e nem as funções de quem foi infectado.

Categorias
Futebol Paranaense

Após susto, Fernando Canesin manda recado pra torcida do Athletico

O meia Fernando Canesin se mostrou 100% após o susto sofrido na vitória do Athletico em cima do Goias por 2×1, na noite de quarta-feira (12), na Arena da Baixada.

O jogador caiu descordado no primeiro tempoe deixou o contato de ambulancia, direto para o hospital. Porém, na madrugada mesmo ele já voltou pra casa e em uma postagem nas redes sociais do Furacão agradeceu o apoio de todos.

“Estou passando para dizer que estou bem, para tranquilizar vocês, agradecer todas as mensagens de apoio. Eu segui todos os protocolos médicos e já estou em casa”, disse o atleta.

Categorias
Geral

Athletico já tem novos uniformes pra sequência da temporada. Confira!

Nesta quinta-feira (13), os torcedores do Athletico se depararam com imagens da nova camisa, que vazaram na web. Segundo apurou a Tribuna/Gazeta do Povo, a versão dos uniformes é real, mas a data de lançamento ainda não foi divulgada nem pelo clube ou pela Umbro.

A estreia da camisa está programada para o próximo jogo na Libertadores, dia 15 de setembro, contra o Jorge Wilstermann, na Bolívia.

Será a primeira vez que o Furacão lança um novo modelo desde que repaginou escudo e uniformes, no final de 2018. A principal diferença da camisa número 1 são as quatro listas em destaque por toda parte frontal, ocupando mais espaço que o modelo atual.

A camisa dois também sofreu mudanças semelhantes, ganhando listras pretas em toda a frente, além de riscas vermelhas.

Por fim, as grandes novidades são a camisa preta e a de goleiro, que ganhou detalhes coloridos.

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Técnico do Paraná pede calma com a volta de Guilherme Biteco

Uma das principais novidades do Paraná na vitória sobre o Avai  estava no banco de reservas. O meio-campo Guilherme Biteco, xodó da torcida, foi relacionado pela primeira vez na temporada de 2020.

No entanto, o meia ainda não fez o seu primeiro jogo no ano. O técnico Allan Aal pediu calma ao torcedor para que o atleta volte aos poucos. “O Biteco tem história no clube, mas existe um planejamento especifico para ele, por ter histórico de lesão. É carismático, a torcida gosta, mas prefiro te-lo aos poucos do que perder para o restante da competição”, disse o treinador em entrevista às rádio Trio de Ferro.

“O Biteco vem entendendo que o grupo precisa ser competitivo e vem evoluindo. Se tivéssemos empatando colocaria ele, pois é decisivo, por isso trouxe ele para o jogo”, completou o comandante.

Além de Biteco, outra novidade entre os relacionados foi o volante Higor Meritão, que largou como titular na partida e foi um dos destaques. O jogador chegou nesta semana ao Tricolor, após ter disputado o Paulistão pela Ferroviária.

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Coritiba perde para o Bahia e segue em baixa no Brasileirão

O Coritiba segue sem somar nenhum ponto no Campeonato Brasileiro e, também, sem balançar as redes na competição. Na noite desta quarta-feira (12), o Coxa perdeu por 1 a 0 para o Bahia, no estádio Pituaçu, em Salvador. O jogo foi válido pela segunda rodada da Série A. Na estreia, o Alviverde havia perdido também por 1 a 0 para o Internacional.

No segundo desafio no retorno à elite do futebol brasileiro, o Alviverde começou a partida buscando movimentação, tentando agredir o adversário. Robson mandou uma bomba na trave aos sete minutos. Os donos da casa foram mais agressivos e criaram mais oportunidades de abrir o placar. Tentando segurar as investidas do adversário, o Alviverde passou a jogar mais nervoso. Aos 37 minutos, Sassá derrubou Rodriguinho na área e o árbitro assinalou pênalti. O próprio Rodriguinho foi para a cobrança e mandou uma bola de cavadinha para abrir o placar aos 39 da primeira etapa.

Nos 45 minutos finais, o Coxa bem que arriscou mais. Logo na volta do jogo, o técnico Eduardo Barroca tirou Natanael para promover a entrada do recém-chegado Jonathan na lateral-direita. Aos 11 minutos, Matheus Galdezani cobrou escanteio, Sabino subiu para cabecear e a bola passou raspando do lado esquerdo da trave de Douglas.

O Coxa ainda teve uma boa chance aos 16, quando Sassá recebeu de Robson, girou e chutou. A bola foi travada pela defesa e mesmo assim foi em direção ao gol, mas Douglas conseguiu dar um tapa e afastou o perigo. Mesmo insistindo no ataque até os minutos finais de jogo, o Coxa não conseguiu marcar e amargou mais uma derrota.

próximo compromisso do Coritiba será diante do Flamengo, no sábado (15), no Couto Pereira. O jogo começa às 19h30.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
2ª Rodada
BAHIA 1×0 CORITIBA

Bahia
Douglas, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba (Zeca); Ronaldo, Flávio e Daniel (Marco Antônio); Rodriguinho (Alesson), Élber e Rossi (Saldanha).
Técnico: Roger Machado

Coritiba
Wilson; Natanael (Jonathan), Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Nathan Silva (Renê Júnior), Matheus Galdezani (Luis Henrique) e Ruy (Yan Sasse); Igor Jesus, Sassá (Nathan) e Robson.
Técnico: Eduardo Barroca

Local: Estádio Pituaçu (Salvador-BA)
Gol: Rodriguinho (BAH), 39/1º;
Cartões amarelos: Sassá, Matheus Galdezani, Rodolfo Filemon, Nathan Silva e Yan Sasse (COR)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa-SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Athletico vence o Goiás na Arena e segue na ponta do Brasileirão

O Athletico venceu, nesta quarta-feira (12), sua segunda partida no Brasileirão. Na Arena da Baixada, enfrentando um Goiás com 12 desfalques por causa de testes positivos para Covid-19, o Furacão contou com grande atuação de Vitinho para fazer 2×1 sobre o Esmeraldino.

O atacante fez o primeiro, aos 32 minutos do primeiro tempo, e também deu a assistência para Carlos Eduardo definir o placar aos 30 da etapa final. Daniel Bessa fez o gol da equipe goiana, em pênalti apontado pelo VAR, aos 55 da primeira etapa.

O jogo ficou paralisado no primeiro tempo para atendimento de Fernando Canesin, que sofreu uma concussão ao disputar uma bola de cabeça. O atleta foi transportado para um hospital para exames, mas passa bem.

Com o resultado, o Rubro-Negro segue 100% e líder do Brasileirão, com seis pontos. Na próxima rodada, o time encara o Santos, domingo (16), às 19h45, na Vila Belmiro.

O jogo

O primeiro tempo foi (quase) todo do Athletico. Mas a primeira jogada importante do jogo não foi uma chance de gol.

Após um choque com Daniel Bessa, o meia Fernando Canesin caiu no gramado e preocupou a todos. O jogador foi atendido e a ambulância chegou a entrar no gramado.

O árbitro checou o lance no VAR e deu cartão amarelo para Bessa. Léo Cittadini, então poupado, foi a campo.

Aos 32 minutos, o Furacão transformou seu domínio em vantagem. O atacante Vitinho fez jogada individual pela esquerda e bateu no ângulo de Marcelo Rangel.

O camisa 28 quase ampliou aos 47. Ele mandou na trave após de cruzamento de Jonathan. Depois disso, veio o inesperado empate.

Lance que gerou o pênalti contra o Athletico. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna do Paraná

Aos 56, o VAR acusou mão na bola de Thiago Heleno. O juiz reviu o lance e apontou a penalidade. Daniel Bessa cobrou bem e igualou o duelo na Arena.

No segundo tempo, o Athletico mostrou dificuldades para agredir o Esmeraldino. Apesar de continuar com mais posse de bola, tinha problemas para passar pela defesa goiana.

Mas novamente em uma jogada individual de Vitinho o Furacão conseguiu garantir a segunda vitória na Série A. O atacante recebeu lançamento de Nikão e fez o passe para Carlos Eduardo definir o marcador e a vitória.

Carlos Eduardo comemora o gol da vitória. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna do Paraná

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
2ª Rodada

ATHLETICO 2×1 GOIÁS

Athletico
Santos; Jonathan, Lucas Halter, Thiago Heleno e Abner, Wellington, Fernando Canesin (Léo Cittadini) e Marquinhos Gabriel (Richard); Nikão, Vitinho (Geuvânio) e Vinícius Mingotti (Carlos Eduardo). Técnico: Dorival Junior

Goiás
Marcelo Rangel; Yago Rocha (Pintado), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Heron; Luiz Gustavo (Miguel Figueira), Breno, Thalles (Douglas Baggio) e Daniel Bessa (Ignacio Jara); Victor Andrade e Vinícius Lopes (Zeca). Técnico: Ney Franco

Local: Arena da Baixada
Árbitro: 
Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes:
 Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Gols: Vitinho, 32, e Daniel Bessa, 57 do 1º; Carlos Eduardo, 30 do 2º
Cartões amarelos: Lucas Halter, Jonathan e Thiago Heleno (CAP) ; Daniel Bessa, Victor Andrade e Rafael Vaz (GOI).

Categorias
Destaques Futebol Paranaense

Paraná Clube recebe o Avaí na estreia em casa na Série B

O Paraná Clube inicia o caminho na Série B do Campeonato Brasileiro 2020 em casa nesta terça-feira (11), às 20h30, diante do Avaí. Vindo de um empate em 2×2 com o Confiança, em Sergipe, o Tricolor precisará iniciar bem – e manter – bons resultados em seus domínios.

Em 2019, na Segundona, o aproveitamento como mandante foi de 54,4% e esse número precisa ser superado para que o time possa brigar pelo acesso à Série A.

Em 2017, ano do acesso, o Paraná atingiu um aproveitamento de 78,9% em casa, resultado fundamental para o time se garantir no G4. Em outro extremo, está 2018, quando o Tricolor atingiu 33,3% na Série A. O pouco mais de 50% no aproveitamento no ano passado atrapalhou a briga pelo acesso. A equipe paranista terminou a competição em sexto, seis pontos atrás do Atlético-GO, em quarto.

Na busca por mais pontos dentro da Vila, um dos fatores que pode atrapalhar é a ausência de torcida. Por conta da pandemia do coronavírus, os jogos seguem acontecendo a portões fechados. A presença do torcedor nas arquibancadas foi fundamental, por exemplo, para a vaga na Série A. Naquele ano, a média de público foi de 10.798 pessoas no Durival Britto. Em 2018, a média foi de 6.223 e no ano passado, 4.836.

Allan Aal pode mudar equipe

Para o confronto, o técnico Allan Aal pode fazer até quatro alterações para mudar a “cara” do time. Na lateral-direita, a dúvida fica pela volta de Paulo Henrique, cortado no primeiro confronto após ter o resultado positivo para a Covid-19.

Já o volante Higor Meritão pode fazer sua estreia no lugar de Jhony Douglas. No ataque, existe a possibilidade de Wandson ou Thiago Alves ocuparem a vaga de Gabriel Pires. O centroavante Raphael Alemão disputa vaga com o recém-contratado Bruno Gomes.

“Rodízio é uma palavra muito perigosa no futebol. Aquele jogador que estiver à disposição, na melhor condição física possível, vamos utilizar. Não dá para poupar ninguém”, afirmou Allan Aal, após o empate na estreia, para as Rádios Transamérica e Banda B.

Transmissão

O jogo será transmitido pelo Premiere. A Trio de Ferro acompanha o jogo em Tempo Real.

Ficha Técnica

SÉRIE B 2020
2ª Rodada

PARANÁ X AVAÍ

Paraná: Alisson; Toninho, Thales, Fabrício e Jean Victor; Carlos Dias, Jhony Douglas, Renan Bressan e Gabriel Pires, Mosquito e Raphael Alemão. Técnico: Allan Aal.

Avaí: Lucas Frigeri; Arnaldo, Rafael Pereira, Victor Sallinas e Capa; Bruno Silva, Ralf, Valdivia e Renato; Gastón Rodriguez e Jonathan. Técnico: Geninho

Local: Vila Capanema
Horário: 20h30
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)
Assistentes: Ruan Neres Souza de Queiros (PB) e Schumacher Marques Gomes (PB)

Categorias
Futebol Paranaense

Athletico anuncia contratação do atacante Pedrinho em definitivo

O Athletico concluiu a compra do atacante Pedrinho, artilheiro do Paranaense com seis gols, empatado com Guilherme Bissoli, Nikão e ainda Lucas Tocantins, do FC Cascavel.

A notícia foi divulgada em primeira mão pelo site BR Contratcs e confirmada pela Radio Trio de Ferro. No fim da tarde, o clube confirmou a aquisição em seu site oficial. O contrato vai até o final de 2023.O valor da negociação não foi revelado, mas o Furacão tinha até julho para comprar 50% dos direitos econômicos do avante de 20 anos, emprestado pelo Oeste.

O preço estipulado era de R$ 2,5 milhões. Os direitos do atleta eram divididos entre Oeste (60%) e Audax (40%). A negociação, no entanto, pode ter envolvido uma porcentagem maior do jogador.

Pedrinho chegou ao Rubro-Negro em junho de 2019. Inicialmente, atuou algumas vezes pelo time principal, normalmente como ponta-esquerda. Depois, foi integrado ao time sub-20 e de aspirantes.

Em 2020, foi destaque no Estadual, ao lado do também atacante Jajá. Após a paralisação do futebol, foi incorporado ao elenco principal, sob comando do técnico Dorival Junior.

“Estou muito feliz em renovar meu contato com o Athletico. Feliz pelo clube acreditar no meu trabalho. Espero seguir contribuindo dentro de campo com o meu futebol e dar muitas alegrais ao torcedor atleticano”, disse ao site oficial do Furacão.

“O Athletico está com uma ascensão muito boa, conquistando títulos, e esse é o nosso pensamento. Queremos fazer mais uma temporada muito boa”, completou.

Antes de chegar ao CT do Caju, em 2018, Pedrinho esteve na mira do Corinthians, que não teve sucesso na negociação com o Oeste. O Santos também demonstrou interesse, mas não oficializou oferta. Naquela temporada, Pedrinho marcou nove gols em 46 partidas pelo Rubrão (Paulistão A2, Série B e Copa do Brasil).